G1 Mundo

Protestos no Quênia terminam com seis mortos; VÍDEO

today13 de julho de 2023 6

share close

Manifestantes protestam contra o aumento de impostos. A polícia usou gás lacrimogêneo contra as pessoas em Nairóbi. Cinco das seis mortes aconteceram nas localidades de Mlolongo e Kitengela, nas proximidades da capital.




Protestos no Quênia: seis manifestantes morreram em confronto com a polícia

Protestos no Quênia: seis manifestantes morreram em confronto com a polícia

Seis pessoas morreram na quarta-feira (12) em confrontos no Quênia entre policiais e manifestantes que protestavam contra o aumento de impostos.

O ministro do Interior, Kithure Kindiki, advertiu que as autoridades não tolerarão mais distúrbios.

“Vidas foram perdidas, vários policiais e civis ficaram gravemente feridos, prejuízos inimagináveis foram provocados à economia do país”, declarou o ministro.

A polícia usou gás lacrimogêneo contra os manifestantes em Nairóbi. Cinco das seis mortes aconteceram nas localidades de Mlolongo e Kitengela, nas proximidades da capital.

A força de segurança também usou gás lacrimogêneo para dispersar a multidão que protestava em uma rodovia entre Nairóbi e o porto de Mombasa. Uma morte foi registrada em Emali, que fica ao longo desta estrada.

Dezenas de crianças da comunidade de Kangemi, em Nairóbi, foram hospitalizadas depois que o gás lacrimogêneo foi utilizado perto de uma escola, informou uma fonte médica à AFP.

O líder da oposição Raila Odinga também convocou os protestos contra uma lei tributária que provocou aumentos nos preços dos combustíveis.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

G1 Mundo

Envio de caças F-16 à Ucrânia será considerado ameaça nuclear, diz chanceler russo

O uso de caças F-16, aeronaves de quarta geração capazes de transportar bombas atômicas que os Estados Unidos vão enviar à Ucrânia, será considerado pela Rússia como uma ameaça nuclear, afirmou o ministro das Relações Exteriores russo, Serguei Lavrov, em uma entrevista publicada nesta quinta-feira (13). "Nós vamos considerar o fato de as Forças Armadas da Ucrânia terem tais sistemas como uma ameaça do Ocidente no âmbito nuclear", declarou Lavrov em uma entrevista ao jornal russo Lenta.ru. Além do aval, […]

today13 de julho de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%