G1 Mundo

Quatro adolescentes que praticavam bullying com colega gay que se matou são condenados pela Justiça da França

today7 de junho de 2023 7

Fundo
share close

Em 7 de janeiro, Lucas, um garoto de 13 anos, escreveu um bilhete no qual expressava o desejo de pôr fim à sua vida na cidade de Golbey.

Seus familiares denunciaram que ele sofria assédio e que alunos de sua própria escola faziam bullying com ele e proferiam insultos homofóbicos.

Um tribunal de menores da região de Épinal condenou os quatro adolescentes por assédio, mas sem vinculá-lo ao suicídio de Lucas.



A pena será anunciada em 22 de janeiro de 2024. Os condenados podem pegar até 18 meses de prisão. A pena seria de até cinco anos de prisão se o bullying fosse vinculado ao suicídio.

A mãe de Lucas expressou alívio: “Queria que meu filho fosse reconhecido como vítima de bullying, era tudo que devia a ele, essa é a minha luta agora”, disse ela.

O governo tem um programa para combater o bullying escolar.

Essa tragédia não foi a única desde o início do ano. Houve outros casos de bullying que terminaram de forma trágica na França nos últimos meses.

  • Em 29 de abril, uma criança de 10 anos se suicidou perto da cidade de Lyon, em um contexto de bullying na escola, segundo seus pais.
  • Em 12 de maio, Lindsay, uma adolescente de 13 anos, tirou a própria vida na cidade de Vendin-le-Vieil . A Justiça acusou quatro menores de “bullying escolar que levou ao suicídio”. O ministro da Educação, Papa Ndiaye, se reuniu nesta segunda-feira com os familiares de Lindsay, cuja mãe o acusou de não ser “sincero” no combate ao suicídio.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

russia-diz-que-ucrania-perdeu-1.500-soldados-em-ofensiva-no-sudeste-do-pais

G1 Mundo

Rússia diz que Ucrânia perdeu 1.500 soldados em ofensiva no sudeste do país

A Rússia disse ter conseguido uma nova ofensiva da Ucrânia, nesta segunda-feira (5). De acordo com um balanço divulgado pelo Ministério da Defesa russo, 1.500 soldados ucranianos morreram em um conflito na região de Donetsk, no sudeste do país. A Ucrânia vem planejando uma contraofensiva para recuperar territórios que foram tomados pela Rússia, principalmente nas regiões leste, sul e sudeste. Em um comunicado divulgado nesta terça-feira (6), a Rússia disse […]

today7 de junho de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%