G1 Santos

Receita de bolinho de bacalhau é feita há mais de 50 anos por família portuguesa em Santos; veja a história

today28 de julho de 2023 6

share close

Com 13 anos, Fernando Rodriguez saiu de Arouca, em Portugal, e veio para o Brasil. O imigrante chegou a Santos em 1965, junto com seu irmão Antônio de 11 anos e a mãe Olinda, para encontrar o pai Alberto que já morava em Santos. Em 1968, os primos dele adquiriram o Bar Goiás, localizado na rua de mesmo nome. Fernando trabalhou por quatro anos com a família. Depois, atuou como balconista, cozinheiro e garçom em outros comércios da cidade.

Aos 20 anos, em 1972, ele voltou ao estabelecimento da família, dessa vez, como sócio do Bar Goiás. Em 2006, o filho Rafael, que acompanhou desde menino o crescimento do bar e a paixão dos pais pelo negócio, comprou a parte dos primos e agora está a frente do estabelecimento.

Com as portas abertas há mais de 50 anos, o bar carrega em suas paredes fotos que contam um pouco da história da família portuguesa. Os azulejos antigos se mantêm firmes. A bandeira vermelha e verde, esticada no fundo do bar, não nega as origens do proprietário.



Rafael e o pai Fernando comandam o bar Goiás, em Santos, famoso pelo bolinho de bacalhau — Foto: Mariane Rossi/g1

O menu que conquistou os clientes sempre foi com cara de boteco e com delícias da culinária portuguesa. Quando voltou ao bar, Fernando adicionou novas receitas e deu uma cara de restaurante ao local, trazendo pratos à la carte. Entre as opções mais pedidas estão o bacalhau, o frango a passarinho e os pastéis.

A receita mais famosa é a do bolinho de bacalhau, considerado um dos melhores de Santos (veja a receita abaixo ou no vídeo). Ele é servido de forma individual ou em porções, acompanhado de limão ou do molhinho de pimenta feito na casa.

O bolinho é crocante, bem sequinho e com um generoso recheio de bacalhau. O segredo é o equilíbrio perfeito entre a quantidade de batata e de peixe. Segundo Fernando, o tempero faz a diferença.

Bar Goiás, em Santos, famoso pelo bolinho de bacalhau — Foto: Mariane Rossi/g1

“Essa receita é tradicional. Não tem diferença de um para o outro. A gente dá uma aperfeiçoada de um para o outro. Sempre coloca alguma coisa a mais dos outros. Você ganha cartaz, venda e faz um público diferente. A diferença é o tempero e um azeite bom”, disse Fernando.

Na casa, a iguaria é preparada com o bacalhau Gadus Morhua Porto Imperial, considerado um dos melhores para esse tipo de receita. As peças de peixe vêm em caixas da Noruega e de Portugal, quase toda semana. Na cozinha, os bolinhos são preparados um a um. Só quando o cliente faz o pedido, é que eles são fritos.

“O meu não perde para o lá [Portugal]. Tem freguês meu que come lá e come aqui. Eu também como. A diferença do meu é que o nosso aqui, o freguês chega e a gente frita na hora. Lá, não frita na hora”, explica ele. O seu Fernando tem um jeito especial de consumir o petisco preferido do bar. No pratinho, ele misturar o molho de pimenta com azeite de boa qualidade, passa o bolinho e se delicia.

A receita é mesmo deliciosa. Mas, para a família, a união, perseverança, dedicação e muito trabalho foram os ingredientes necessários para transformar um simples comércio um dos bares mais tradicionais da cidade.

“É uma casa portuguesa com certeza, como costumam falar. […] agora passando a receita para o filho, o filho para o neto. Eu não sei se vou ver. Mas, é bom que siga para frente. O que é bom não pode deixar de vender”, diz seu Fernando.

Português Fernando Rodriguez está a frente do bar Goiás desde a década de 70, em Santos — Foto: Mariane Rossi/g1

Receita do bolinho do bar Goiás

A receita rende cerca de 100 bolinhos pequenos

  • 2 kg de bacalhau (Gadus Morhua Porto Imperial)
  • 1,5 kg batata asterix
  • 6 cebolas grandes
  • 4 xícaras (chá) de farinha de rosca
  • 3 xícaras (chá) de salsinha picada
  • Óleo de algodão
  • Sal, azeite e pimenta a gosto

Modo de preparo: Descasque as batatas, corte a cebola em cubos pequenos e pique a salsinha. Cozinho o bacalhau já limpo. Em seguida, utilize a mesma água para cozinhar as batatas. Quando já estiverem macias, retire as batatas da panela e amasse bem. Desfie o bacalhau em um recipiente separado. Junte todos os ingredientes e faça o formato dos bolinhos, com a ajuda das mãos ou de duas colheres. Frite os bolinhos de bacalhau em uma panela com óleo quente até dourar.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

G1 Santos

Secretário nacional de Justiça diz que afegãos refugiados no litoral de SP serão transferidos em agosto

Os refugiados afegãos que estão acolhidos em uma colônia de férias de Praia Grande, no litoral de São Paulo, serão transferidos para outro centro de acolhimento em agosto. A informação foi divulgada pelo secretário nacional de Justiça, Augusto de Arruda Botelho, durante uma visita ao abrigo nesta sexta-feira (28). O grupo está na colônia do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêutica desde o início de julho. O local foi o primeiro abrigo dos afegãos desde que desembarcaram no […]

today28 de julho de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%