G1 Mundo

Rússia diz ter tomado vilarejo nos arredores de Bakhmut em grande avanço no leste

today1 de fevereiro de 2023 14

Fundo
share close

Um voluntário bielorrusso lutando pela Ucrânia disse, de dentro de Bakhmut, que a Rússia estava bombardeando a cidade constantemente, e suas tropas estavam tentando cercá-la. O combate estava acontecendo prédio a prédio, disse o voluntário.

Não houve resposta imediata do governo da Ucrânia à alegação dos russos sobre o vilarejo de Blahodatne, e a Reuters não pôde verificar imediatamente a situação por lá. Isso ocorre três dias depois de o chefe do Grupo Wagner da Rússia dizer que a força mercenária havia tomado a vila em um ataque que Kiev disse ter repelido.

Blahodatne, que fica em uma das principais estradas para Bakhmut, cerca de 5 km ao norte, foi capturada com a ajuda de apoio aéreo, disse o Ministério da Defesa da Rússia.



Ucrânia começa a negociar envio de jatos com países aliados, após discussão sobre tanques

Ucrânia começa a negociar envio de jatos com países aliados, após discussão sobre tanques

As forças russas fizeram avanços claros, embora graduais, na área nas últimas semanas, notadamente capturando a cidade de mineração de sal de Soledar, ao norte de Bakhmut.

Caso consiga forçar a Ucrânia a se retirar da cidade, que já teve 75.000 habitantes, essa seria a primeira grande vitória de Moscou desde que tomou as cidades de Sievierodonetsk e Lysychansk, que tem tamanho semelhante, em julho.

Durante a luta por Bakhmut, dois civis, um menino e um homem de 70 anos, foram mortos pela artilharia russa nesta terça-feira, disse o governador regional Pavlo Kyrylenko. Quatro outros ficaram feridos no ataque, disse ele.

O porta-voz militar ucraniano Serhiy Cherevaty disse em comentários na televisão que o Exército ucraniano em Bakhmut recebeu “tudo o que era necessário”, depois de repelir as tentativas russas de obter o controle de uma importante linha de abastecimento.

Separadamente, uma grande força russa lançou um ataque contra o bastião ucraniano de Vuhledar esta semana, mais ao sul ao longo da mesma frente oriental. As autoridades russas afirmaram ter garantido uma posição lá, enquanto Kiev diz que repeliu amplamente o ataque até agora.

O Ministério da Defesa britânico disse que a força russa no novo ataque a Vuhledar era pelo menos do tamanho de uma brigada, uma unidade que normalmente compreende vários milhares de soldados.

Os russos avançaram centenas de metros através de um rio em direção a Vuhledar e poderiam obter ganhos mais localizados por lá, disse o ministério em uma atualização diária de inteligência incomumente detalhada. A atualização diz que é improvável que o ataque a Vuhledar leve a um avanço significativo, mas pode ter a intenção de desviar os esforços ucranianos da defesa de Bakhmut.

Apesar de semanas de intensa guerra de trincheiras que ambos os lados compararam a um moedor de carne, as linhas de frente no leste da Ucrânia estavam praticamente congeladas desde novembro, depois que Kiev recapturou faixas de território no segundo semestre de 2022.

Mas o ímpeto voltou recentemente para a Rússia, que obteve ganhos incrementais pela primeira vez desde meados de 2022.

Especialistas militares dizem que Moscou parece determinada a avançar nos próximos meses, antes que Kiev receba centenas de tanques de batalha e veículos blindados ocidentais recentemente prometidos para um contra-ataque para recapturar o território ocupado neste ano.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

policia-britanica-pede-desculpas-por-falhas-em-tragedia-do-estadio-de-hillsborough,-que-ocorreu-ha-34-anos

G1 Mundo

Polícia britânica pede desculpas por falhas em tragédia do estádio de Hillsborough, que ocorreu há 34 anos

A semifinal da Copa da Inglaterra de 1989 foi palco do pior desastre esportivo da história do Reino Unido, quando 96 torcedores do Liverpool morreram esmagados em um recinto superlotado e cercado no nível inferior. Depois de 23 anos, governo inglês pede descuplas pela tragédia de Hillsborough Uma vítima morreu em julho de 2021 após sofrer danos cerebrais graves e irreversíveis. A polícia a princípio culpou torcedores bêbados pelo desastre, […]

today1 de fevereiro de 2023 14

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%