G1 Mundo

Rússia vai considerar qualquer navio com destino à Ucrânia um potencial transportador de carga militar

today19 de julho de 2023 6

Fundo
share close

A declaração foi publicada no Twitter. O Ministério afirmou que regiões do Mar Negro são consideradas inseguras para navegação.

O comunicado ainda faz uma ameaça aos países cuja bandeira aparece nos navios que estiverem indo aos portos da Ucrânia: os russos vão considerar que esses países assumiram o lado da Ucrânia na guerra.

A bandeira dos navios representam o país em que a embarcação está registrada. Todos os navios que navegam em alto mar precisam estar registrados em um país, e esse país é representado na bandeira que o barco mostra.



Em julho de 2022, a Rússia aceitou um acordo que, na prática, permitia a navegação pelo Mar Negro durante a guerra para escoar a produção agrícola da Ucrânia. Esse acordo vigorou por cerca de um ano, mas nesta semana a Rússia se recusou a prorrogar o acordo.

Na terça-feira, o governo russo disse que havia novos riscos no Mar Negro depois da suspensão do acordo.

Ataques aos portos da Ucrânia

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky acusou nesta quarta-feira (19) a Rússia de ter atacado deliberadamente as infraestruturas utilizadas para a exportação de grãos.

Após uma segunda noite consecutiva de bombardeios em Odessa, uma cidade portuária estratégica do sul, o presidente ucraniano acusou, no Telegram, as tropas russas de apontar “de maneira deliberada contra as infraestruturas do acordo sobre grãos”, graças ao qual Kiev exportava sua produção agrícola, crucial para a alimentação mundial.

Segundo o ministério responsável pela reconstrução da Ucrânia os ataques atingiram os terminais de grãos e as infraestruturas portuárias de Odessa e Chornomorsk, causando danos nos armazéns e cais do porto de Odessa.

O ministério ucraniano de Agricultura informou que 60 mil toneladas de grãos foram destruídos no porto de Chornomorsk.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

enviada-de-biden-se-reunira-nesta-semana-com-assessor-de-lula-para-discutir-conselho-da-onu-e-g20,-informa-embaixada

G1 Mundo

Enviada de Biden se reunirá nesta semana com assessor de Lula para discutir Conselho da ONU e G20, informa embaixada

A Embaixada dos Estados Unidos no Brasil informou nesta quarta-feira (19) que a subsecretária de Estado para Assuntos Políticos, Victoria Nuland, vai se reunir com Celso Amorim, assessor especial do presidente Lula para assuntos internacionais. O encontro está marcado para esta quinta-feira (20), no Palácio do Planalto. De acordo com a embaixada, a enviada de Joe Biden e Amorim discutirão, entre outros temas, a cooperação entre os países no Conselho […]

today19 de julho de 2023 14

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%