G1 Santos

Santos tem o janeiro mais chuvoso desde 2010 e morros estão em estado de atenção

today25 de janeiro de 2024 4

Fundo
share close

Santos, no litoral de São Paulo, registrou 293,8 milímetros (mm) de chuva nos últimos três dias. Esse volume representa quase 90% da média história para todo o mês. No acumulado, até o momento, são 511,6 mm, o que faz o mês de janeiro de 2024 ser o mais chuvoso desde 2010.

De acordo com dados da Defesa Civil do Município, o impacto dessas chuvas se reflete nos morros da cidade, que estão em estado de atenção. No Morro Santa Maria, o órgão já recomendou a desocupação de casas, enquanto no Morro do Marapé um muro desabou atingindo cinco moradias. (leia mais abaixo)

Desde a noite de quarta-feira (24), foram registradas 54 ocorrências, principalmente deslizamentos e quedas de árvores, sem vítimas.



A Prefeitura de Santos, no entanto, informou que a situação se agravou com o deslizamento de terra na encosta do Morro São Bento, próximo ao Complexo Marina Magalhães, na manhã desta quinta-feira (25), o que deixa os profissionais da Defesa Civil ainda mais em alerta.

Funcionários da Prefeitura de Santos (SP) realizando limpeza das ruas da cidade após temporal — Foto: Francisco Arrais/Prefeitura de Santos

Outro ponto crítico foi identificado no Morro Santa Maria, na comunidade Vila Israel, onde técnicos da Defesa Civil recomendaram a desocupação de casas. Famílias foram orientadas a procurar o Centro de Convivência Santa Maria para atendimento da Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), mas até o momento, a adesão foi limitada.

No Morro do Marapé, onde um muro desabou atingindo cinco moradias na quarta-feira, três famílias encontraram abrigo na Sociedade de Melhoramentos do Marapé, onde receberam atendimento da Seds.

Uma mãe com um filho de 8 anos procurou assistência na tarde desta quinta-feira (25). As ações de acolhimento foram iniciadas desde a ocorrência do incidente, com outras duas famílias já abrigadas desde a quarta-feira.

As autoridades locais permanecem vigilantes diante da situação climática, monitorando áreas de risco e prontas para intervir conforme necessário.

A orientação da Defesa Civil, em casos de emergência, é acionar a Defesa Civil por meio do 199, a Polícia Militar pelo 190 ou o Corpo de Bombeiros pelo 193.

De acordo com a Defesa Civil, a previsão é de que sexta-feira (26) continue chuvosa, mas há a expectativa de que o volume de água seja menor do que os registrados na quarta-feira e nesta quinta-feira.

O órgão aponta que a probabilidade de chuvas moderadas a fortes permanece em torno de 80%. A população é orientada a manter cautela diante das condições climáticas adversas e a seguir as orientações das autoridades locais.

Para o fim de semana, o cenário ainda prevê chuvas, mas com menor persistência e intensidade no sábado (27) e domingo (28).




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

defesa-civil-preve-mais-chuva-e-temperaturas-amenas-na-baixada-santista;-veja-a-previsao-completa

G1 Santos

Defesa Civil prevê mais chuva e temperaturas amenas na Baixada Santista; veja a previsão completa

Chuva no litoral paulista deve persistir nesta quinta-feira e durar até sábado (27). Cidade de Guarujá foi a que mais registrou chuva entre 8h de quarta (24) e quinta-feira (25) em São Paulo — Foto: Vanessa Rodrigues/Jornal A Tribuna A Defesa Civil do Estado de São Paulo prevê que o acumulado de chuva para a Baixada Santista, entre esta quinta-feira (25) e o próximo sábado (27), seja de 220mm. No […]

today25 de janeiro de 2024 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%