G1 Santos

Secretaria de Segurança de SP monta gabinete na Baixada Santista e oferece R$ 50 mil de recompensa por assassino de PM

today7 de fevereiro de 2024 2

Fundo
share close

“A legislação permite que eu, como secretário de segurança pública, emita uma resolução e possa pagar até R$ 50 mil para qualquer pessoa física ou jurídica que tenha informação privilegiada”. Ele ressaltou que denúncia deve ser relevante para ocasionar prisão.

Na coletiva, na sede do Comando de Policiamento do Interior Seis (CPI-6), em Santos, Derrite destacou que é a primeira vez que o gabinete será instalado na região, e que a medida visa auxiliar na supervisão da operação com a identificação e busca dos autores dos crimes contra PMs.

Um dos primeiros posicionamentos dele foi sobre o nome da operação em vigor. Ele corrigiu uma informação errada da pasta, que, após a morte do PM da Rota Samuel Cosmo, disse ter deflagrado uma nova Operação Escudo na região.



Secretário de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), Guilherme Derrite, falou com a imprensa durante coletiva em Santos (SP) — Foto: Silvio Luiz/Jornal A Tribuna

O secretário apontou que o aumento do efetivo no litoral de São Paulo após o assassinato do policial se deve a um reforço na Operação Verão e que a instalação do gabinete da SSP-SP no CPI-6, na quinta-feira (8), representa a 3ª fase da ação.

“Não está acontecendo nenhuma Operação Escudo. É Operação Verão. Na primeira fase o PM Marcelo morreu, na segunda o PM da Rota (Samuel Cosmo) e, agora, é a implementação da terceira fase com a transferência do gabinete pra santos e o reforço do efetivo na região”, disse Derrite, citando as fases da Operação Verão, antes informada como Operação Escudo.

Sobre a operação deflagrada na Baixada Santista, que já foi chamada de escudo e agora de verão, o secretário citou que as ações são bem parecidas.

“As estratégias [entre o reforço da Operação Verão e a Operação Escudo] são muito semelhantes. Temos saturação de tropas especializadas [que possuem equipamentos diferenciados], aumento de efetivo, saturação de uma área para que, em paralelo, a Polícia Civil possa fazer um trabalho de investigação, identificação, qualificação e pedido de prisão”, apontou Derrite.

“No estado [de São Paulo] a Operação Escudo já teve mais de 43 fases ano passado. É uma operação desencadeada em virtude de qualquer hostilização de policiais. Aqui no litoral o que existe é o reforço da Operação Verão”, disse Derrite.

Policiais militares Marcelo Augusto da Silva, Samuel Wesley Cosmo e José Silveira dos Santos, mortos na Baixada Santista (SP) — Foto: Reprodução/Redes Sociais e g1 Santos

No dia 2 de fevereiro, o policial das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) Samuel Wesley Cosmo morreu durante patrulhamento de rotina na Praça José Lamacchia, no bairro Bom Retiro. O agente chegou a ser socorrido para a Santa Casa de Santos (SP), mas morreu na unidade.

Vídeo mostra o PM da Rota sendo baleado no rosto em viela no litoral de SP

Vídeo mostra o PM da Rota sendo baleado no rosto em viela no litoral de SP

Com a morte dos policiais, uma nova fase da Operação Escudo começou na Baixada Santista. As ações policiais na região tem o objetivo de localizar e prender os envolvidos pela morte dos policiais. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, sete pessoas morreram em confrontos com a polícia.

Cinco pessoas foram presas. O g1 entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) para questionar sobre atualizações da Operação Escudo, mas ainda não obteve retorno.

A Defensoria Pública de São Paulo anunciou que vai prestar atendimento e coletar relatos de vítimas e testemunhas de violência policial durante a nova Operação Escudo, estabelecida no litoral paulista.

Segundo o órgão, o atendimento será prestado enquanto a operação durar. Não há um prazo divulgado oficialmente sobre o final das ações policiais na região.

O atendimento será oferecido de segunda a sexta-feira nas unidades locais da Defensoria e pelo Núcleo Especializado de Cidadania de Direitos Humanos (NCDH).

O atendimento será oferecido de segunda a sexta-feira nas unidades locais da Defensoria e pelo Núcleo Especializado de Cidadania de Direitos Humanos (NCDH).

Confira abaixo os endereços e contatos para atendimento:

  • Unidade Guarujá

    Av. Adhemar de Barros, 1327, Jardim Helena Maria, Guarujá-SP

    Das 10h às 17h

    (13) 2101-9000

    unidade.guaruja@defensoria.sp.def.br
  • Unidade Praia Grande

    Rua Apolônio Dias da Silva, 51, Vila Mirim, Praia Grande-SP

    Das 10h às 17h

    (13) 2102-1100

    unidade.praiagrande@defensoria.sp.def.br
  • Unidade São Vicente

    Rua Jacob Emmerich, 944, Centro, São Vicente-SP

    Das 8h às 15h

    (13) 2102-3929 / 2102-3930

    unidade.saovicente@defensoria.sp.def.br
  • Unidade Santos

    Rua João Pessoa, 241, Centro, Santos-SP

    Das 10h às 17h

    (13) 2102-2450

    unidade.santos@defensoria.sp.def.br

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

capitania-dos-portos-de-sao-paulo-abre-inscricoes-para-curso-gratuito

G1 Santos

Capitania dos Portos de São Paulo abre inscrições para curso gratuito

As aulas estão previstas para acontecer entre junho e julho. O curso será presencial, com endereço divulgado pelo 1º Grupo Marítimo da Marinha Mercante após aprovação dos candidatos. Para participar é necessário ser maior de 18 anos, possuir escolaridade a partir do 6º ano do Ensino Fundamental e estar em dia com as obrigações militares e eleitorais. As inscrições podem ser realizadas na Capitania dos Portos de São Paulo, na […]

today7 de fevereiro de 2024 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%