G1 Mundo

Sem consenso na Celac, Brasil e parte dos países da cúpula deploram mortes de civis israelenses e palestinos

today3 de março de 2024 7

Fundo
share close

“Deploramos o assassinato de civis israelenses e palestinos, incluindo os cerca de 30.000 palestinos mortos desde o início da incursão de Israel em Gaza, e manifestamos profunda preocupação com a situação humanitária catastrófica na Faixa de Gaza e com o sofrimento da população civil palestina”, afirma o documento.

A declaração sobre Gaza é assinada por 24, dos 33 países que compõem a Celac (veja mais abaixo quais foram). A cúpula ocorreu em São Vicente e Granadinas. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva representou o Brasil.



Lula pede fim do que chamou de ‘genocídio em Gaza’ durante discurso na Celac

Lula pede fim do que chamou de ‘genocídio em Gaza’ durante discurso na Celac

O conflito de Israel contra o grupo terrorista Hamas, que tem bases na Faixa de Gaza, foi um dos principais temas da cúpula. O debate ganhou intensidade após terem rodado o mundo imagens de civis palestinos sendo mortos enquanto se aglomeravam para pegar itens de ajuda humanitária distribuídos em Gaza. O Hamas diz que eles foram alvejados por soldados israelenses. O governo de Israel alega que tumulto e pisoteamento causaram as mortes.

“Tomamos nota dos casos em curso perante a Corte Internacional de Justiça para determinar se a ocupação continuada do Estado da Palestina pelo Estado de Israel constitui uma violação do direito internacional e se o ataque de Israel a Gaza constituiria genocídio”, continua a declaração conjunta.

Os 24 países também fizeram um apelo pela “libertação imediata e incondicional de todos os reféns”.

Na nota, os países dizem endossar “fortemente” a exigência da Assembleia Geral das Nações Unidas de um cessar-fogo humanitário “imediato” em Gaza.

A resolução foi aprovada em dezembro do ano passado e contou com apoio de mais de 150 países entre os 193 que integram a ONU. Esse tipo de resolução, porém, não tem caráter vinculativo, mas têm peso político, expressando o entendimento da comunidade internacional sobre determinado tema.

Sob a presidência do Japão, o conselho de segurança da ONU convocou para esta segunda (4) uma reunião para discutir a situação no Oriente Médio.

O Brasil não integra mais o grupo, mas o presidente Lula tem defendido que a ONU adote alguma medida que garanta de forma definitiva o cessar-fogo e a segurança de corredor humanitário na região lá

Os 24 países que assinaram a declaração foram:

  • Antígua e Barbuda
  • Bahamas
  • Barbados
  • Belize
  • Bolívia
  • Brasil
  • Colômbia
  • Cuba
  • Chile
  • Dominica
  • República Dominicana
  • Granada
  • Guiana
  • Haiti
  • Honduras
  • Jamaica
  • México
  • Nicarágua
  • São Cristóvão e Nevis
  • Santa Lúcia
  • São Vicente e Granadinas
  • Suriname
  • Trinidad e Tobago
  • Venezuela

Nesta sexta, o governo brasileiro divulgou nota na qual disse, por exemplo, que a situação em Gaza é “desesperadora” e “intolerável” , acrescentando que a ação militar israelense na região, comandada pelo governo de Benjamin Netanyahu, não tem “qualquer limite ético ou legal”.

Na mesma linha, a nota deste sábado faz crítica direta ao governo Netanyahu, afirmando que há “intransigência” nas declarações do governo de Israel, o que tem causado “agravamento” da situação.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

‘ei,-menininha,-vamos-tirar-voce-da-agua’:-policiais-resgatam-em-pantano-menina-de-5-anos-que-sumiu-de-casa-nos-eua;-video

G1 Mundo

‘Ei, menininha, vamos tirar você da água’: policiais resgatam em pântano menina de 5 anos que sumiu de casa nos EUA; VÍDEO

Agentes de helicóptero utilizaram câmera térmica e deram instruções para que policiais em terra encontrassem a garota entre as árvores. Menina perdida em pântano na Flórida é resgatada Uma criança de 5 anos foi resgatada por policiais enquanto andava sozinha em um pântano na Flórida, nos Estados Unidos. Segundo a polícia, a menina se afastou de casa na segunda-feira (26) e foi resgatada no mesmo dia. Os agentes utilizaram um […]

today3 de março de 2024 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%