G1 Mundo

‘Seria preciso 10 anos para recuperar a Faixa de Gaza’, declara embaixador sobre guerra entre Israel e Hamas

today27 de fevereiro de 2024 7

Fundo
share close

“Se a guerra acabasse hoje, precisaríamos de 10 anos para reconstruir Gaza se os recursos estiverem disponíveis, disse o embaixador.

A declaração foi feita durante coletiva do Conselho dos Embaixadores Árabes no Brasil, na Embaixada da Palestina, nesta terça-feira (27), em Brasília. Em outubro de 2023, o grupo terrorista Hamas atacou Israel iniciando uma nova etapa do conflito entre israelenses e palestinos (veja detalhes abaixo).

O embaixador também chamou atenção para a situação dos civis na Faixa de Gaza. De acordo com Alzeben, o povo está vivendo um “processo de extermínio” diante da falta de meios de sobrevivência.



“Nenhuma vida está a salvo. Homens, mulheres, crianças, hospitais, escolas, ruas, eletricidade, água. Estão acabando com todos os meios de vida humana na Faixa de Gaza”, afirmou o embaixador.

O g1 questionou a Embaixada de Israel no Brasil sobre as declarações feitas por Ibrahim Alzeben, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

“É uma limpeza étnica, deslocamento forçado, genocídio que o governo israelense descreve como legítima defesa. Temos o direito e dever de preservar nossa segurança, cultura, futuro. Nada justifica tamanha tragédia”, afirma o embaixador.

O conflito entre Israel e Palestina se estende por mais de 70 anos. Em 1947, as Nações Unidas propuseram a criação de dois Estados na Palestina — um judeu e um árabe — , sob o governo britânico. A proposta foi aceita pelos líderes judeus, mas rejeitada pelo lado árabe. Por isso, nunca foi implementada.

O Estado de Israel foi proclamado pelos líderes judeus no ano seguinte, causando revolta entre os palestinos e resultando na Guerra árabe-israelense de 1948.

Em 1967, aconteceu a Guerra dos Seis Dias, que mudou o cenário na região. Israel venceu e tomou à força a Cisjordânia e Jerusalém Oriental, então sob controle da Jordânia, bem como a Faixa de Gaza, sob administração egípcia.

Desde então, o país anexou Jerusalém Oriental — onde estão localizados santuários venerados por cristãos, judeus e muçulmanos — e continua a ocupar a Cisjordânia, mas se retirou em 2005 da Faixa de Gaza, controlada pelo grupo terrorista Hamas desde 2007.

A solução de referência da comunidade internacional é a criação de um Estado palestino que coexista em paz com Israel.

O fim do conflito ainda implica em disputas que parecem cada vez mais sem resolução, como a segurança de Israel, as fronteiras, o estatuto de Jerusalém e o direito de retorno dos refugiados palestinos que fugiram ou foram expulsos de suas terras, por exemplo.

* Estagiária sob orientação de Maria Helena Martinho

Leia mais notícias sobre a região no g1 DF.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

policia-encontra-72-armas-na-casa-do-ator-frances-alain-delon

G1 Mundo

Polícia encontra 72 armas na casa do ator francês Alain Delon

A polícia apreendeu 72 armas de fogo e mais de 3 mil munições durante uma operação na semana passada na casa do ator Alain Delon, no centro da França, anunciou o Ministério Público nesta terça-feira (27). O ator de 88 anos, gravemente doente, não tinha licença para possuir armas de fogo, disse o promotor de Montargis, Jean-Cédric Gaux, em um comunicado. A operação ocorreu na quinta-feira em sua casa em […]

today27 de fevereiro de 2024 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%