G1 Mundo

Sociólogo renomado é acusado de assédio por ex-alunas da Universidade de Coimbra, em Portugal

today11 de abril de 2023 9

Fundo
share close

O sociólogo português Boaventura de Sousa Santos foi acusado de assédio por três ex-alunas do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra, onde é diretor e professor. O intelectual é reconhecido internacionalmente por suas pesquisas e tem livros publicados em diversas línguas.

As denúncias vieram à tona após os relatos de abuso aparecerem em um artigo do livro “Má conduta sexual na academia — para uma ética de cuidado na universidade” (em inglês), publicado no fim de março por uma editora britânica. Um professor auxiliar, Bruno Sena Martins, também foi acusado pelas autoras.

Na obra, as autoras não dizem o nome da instituição e nem dos envolvidos no caso: os assediadores são identificados apenas como “O Professor Estrela” e “O Aprendiz”. No entanto, considerando o contexto da publicação e o histórico das autoras, foi possível deduzir a identidades dos supostos assediadores.



Questionados pelo jornal “Diário de Notícias”, de Portugal, Sousa Santos e Martins confirmaram ser os personagens mencionados no relato, mas negaram as acusações.

Em comunicado divulgado na terça-feira (11), o CES lamentou os acontecimentos e anunciou o início de uma investigação própria para apurar o caso.

“O CES irá constituir num curto prazo uma comissão independente à qual caberá a identificação de eventuais falhas institucionais e a averiguação da ocorrência das eventuais condutas antiéticas referidas naquele capítulo. A comissão será composta por dois elementos externos, um dos quais lhe presidirá, e pela Provedora do CES”, afirma a declaração.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

pessoa-com-chave-da-cela-nao-estava-no-local-durante-incendio-que-matou-40-imigrantes,-diz-presidente-do-mexico

G1 Mundo

Pessoa com chave da cela não estava no local durante incêndio que matou 40 imigrantes, diz presidente do México

Autoridades mexicanas disseram que o incêndio começou quando um ou mais migrantes incendiaram colchões em protesto contra deportação. Cinco pessoas foram presas após o caso. Imagens de câmera de segurança mostram incêndio em cela do Centro de Migração no México Os 40 imigrantes que morreram em um incêndio em um centro de detenção no México, no mês passado, não conseguiram escapar porque a pessoa com a chave da cela, que […]

today11 de abril de 2023 16

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%