G1 Mundo

Submarino desaparecido tem ar para mais 40 horas, diz Guarda Costeira dos EUA

today20 de junho de 2023 26

Fundo
share close

O capitão Jamie Frederick, da Guarda Costeira dos EUA, afirmou nesta terça-feira (20), por volta de 14h de Brasília, que se trabalha com a estimativa de que o submarino turístico que sumiu em um passeio nos escombros do Titanic tenha cerca de 40 horas de ar respirável — ou seja, o suficiente até aproximadamente 6h de quinta-feira (22).

Ele afirmou que os principais especialistas estão envolvidos na busca, mas que essa é uma operação única e desafiadora.

Há aeronaves procurando sinais na área onde o submarino desapareceu.



A Guarda Costeira dos EUA disse anteriormente que havia um piloto e quatro passageiros a bordo.

Entre eles estão o bilionário britânico Hamish Harding, o empresário paquistanês Shahzada Dawood e seu filho Suleman. O nome do piloto e do outro tripulante não foram divulgados ou confirmados pelas famílias.

O desaparecimento do submersível

Submarino que leva turistas para ver o Titanic — Foto: Divulgação/OceanGate Expeditions

Uma expedição turística para ver os destroços do Titanic a bordo de um submarino desapareceu no Oceano Atlântico no domingo (18).

Os destroços do Titanic estão a cerca 3.800m de profundidade a 650 km da costa do Canadá, embora a missão de resgate esteja sendo liderada por Boston, em Massachusetts, nos EUA.

Mapa mostra a localização dos restos do Titanic. — Foto: arte/ g1

Expedição para conhecer os destroços do Titanic

A expedição foi organizada pela empresa de turismo marítimo OceanGate Expeditions.

A empresa cobra US$ 250 mil (R$ 1,19 milhão) dos passageiros por um lugar nessa expedição.

Uma grande embarcação sai de Newfoundland, no Canadá, carregando o submarino até a região dos destroços. O veículo não é autônomo e precisa ser transportado na superfície do mar por 643 km até o local.

O grupo chega ao local no Oceano Atlântico e inicia os preparativos para o turismo subaquático.

No dia seguinte, eles iniciam a descida até o Titanic, com a expectativa de levar cerca de duas horas para chegar. No entanto, após uma hora e 45 minutos de descida, o submarino perdeu comunicação.

Em 19 de junho, a Guarda Costeira dos EUA anunciou que está procurando pelo submarino. Três horas depois, em uma coletiva de imprensa, a guarda repetiu que está se esforçando para localizar os viajantes e resgatá-los com segurança.

A operação está sendo feita em conjunto pelas Forças Aéreas dos Estados Unidos e do Canadá, mas, também nesta terça, a França anunciou que também ajudará na operação.

O contra-almirante da Guarda Costeira dos EUA John Maugerda afirmou em entrevista à rede CNN Internacional que terão de buscar em uma profundidade ainda maior que a da área atualmente buscada pelas sondas.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

a-corrida-contra-o-tempo-para-achar-submarino-desaparecido

G1 Mundo

A corrida contra o tempo para achar submarino desaparecido

"Estamos procurando por ele", disse à agência AFP um membro do Centro de Coordenação de Resgate da força costeira de Boston. O contato com o submersível foi perdido cerca de uma hora e 45 minutos após a embarcação submergir, no domingo de manhã, acrescentou a guarda costeira dos EUA, que estima que o submarino tenha uma reserva entre 70 e 96 horas de oxigênio de emergência. Um dos membros da […]

today20 de junho de 2023 79

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%