Prefeitura de Guarujá

Surfista Tony Villela ganha nova homenagem em Guarujá

today13 de junho de 2023 9

Fundo
share close

Alunos da rede municipal de ensino produziram um mural pra lá de colorido e familiares se emocionaram

Em Guarujá, o surfista Tony Villela, um apaixonado pelo mar que perdeu a vida aos 32 anos, salvando quatro jovens durante um afogamento na Praia de Pitangueiras, acaba de ganhar mais uma homenagem. Os alunos da Escola Municipal Hermínia Neves Vitiello, no Santa Rosa, soltaram a criatividade e produziram um mural pra lá de colorido com tinta guache e muito carinho. A arte faz parte da nova edição do Projeto ‘Guarujá, da cauda a cabeça do dragão’, desenvolvido pela rede municipal de ensino.

A única filha do atleta, Jennyfer Villela, prestigiou a exposição e não conteve as lágrimas. “Toda homenagem ao meu pai é sempre muito emocionante, e essa ainda mais especial, por ter tantas crianças envolvidas. Os pequenos entenderam verdadeiramente a sua história e a família inteira ficou muito feliz”.

De acordo com a diretora da escola, Valquíria Matos, é gratificante desenvolver o projeto anualmente. “Cada edição é uma experiência única. São estudantes diferentes e professores sempre muito dedicados a novas propostas. Estamos orgulhosos.”, destaca.

Píer Tony Villela



Há dois anos, Guarujá inaugurou o Píer Tony Villela, um ponto turístico todo planejado para contemplação da Praia de Pitangueiras. Instalado no sopé do Morro do Maluf, o cartão-postal proporciona um visual de tirar o fôlego ao cair do sol.

Há mais de cinco anos despertando a criatividade

O Projeto ‘Guarujá, da cauda a cabeça do dragão’ é desenvolvido pela rede municipal de ensino há mais de cinco anos, exclusivamente na educação infantil. As coordenadoras das pré-escolas que idealizaram a iniciativa reforçam que o intuito é fazer com que as crianças conheçam a história da Cidade e, consequentemente, aumentem o sentimento de pertencimento e valorização. Atualmente, aproximadamente 13 mil estudantes são alcançados.

No mapa, Guarujá possui o formato de um dragão, o que inspirou o nome do projeto. Para localizar os pequenos de forma lúdica e educativa, a Escola Municipal Hermínia Neves Vitiello também tem pintado na parede um exemplar todo colorido.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Prefeitura de Guarujá.

Por: Evelyn

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

o-presidio-sem-muros-instalado-na-terra-dos-witotos,-etnia-das-criancas-que-sobreviveram-a-40-dias-na-selva

G1 Mundo

O presídio sem muros instalado na terra dos Witotos, etnia das crianças que sobreviveram a 40 dias na selva

Um dos motivos para isso é que as crianças, da etnia Witoto, viviam em uma aldeia indígena em Araracuara, região da Amazônia colombiana no meio da floresta densa e hostil. Tão hostil que já funcionou por lá, durante décadas, um presídio sem grades. Os limites eram um cânion, um rio e a selva, para a qual os presos não se arriscavam ir. Sabiam, segundo relatos de locais, que as chances […]

today13 de junho de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%