G1 Mundo

Taiwan acusa China de enviar balões espiões; governo local faz eleições esta semana

today8 de janeiro de 2024 6

Fundo
share close

O governo de Taiwan disse ter detectado balões espiões da China em seu espaço aéreo nesta segunda-feira (8). A ilha, que a China reivindica como parte de seu território, realiza eleições nesta semana e acusa Pequim de tentativa de interferência.

Segundo o Ministério da Defesa de Taiwan, três balões chineses sobrevoaram o Estreito de Taiwan – o trecho do Oceano Pacífico que divide os dois países – no domingo (7), e um deles chegou a cruzar toda a ilha.

O governo local, que realizará eleições presidenciais e parlamentares neste sábado (13), já havia acusado a China de enviar balões espiões no mês passado a bases militares da ilha. O Partido Democrático Progressista, atualmente no poder e defensor da independência de Taiwan, é o favorito nas pesquisas.



Taipei acusou a China de invadir seu espaço aéreo e ameaçar a aviação civil local, além de “travar uma guerra psicológica contra a população da ilha”. Pequim ainda não havia se pronunciado até a última atualização desta reportagem.

Em seu discurso de Ano Novo, o presidente chinês, Xi Jinping, que vinha evitando o tema no último ano, disse que “reunificação da China com Taiwan é inevitável”. Ele não mencionou as eleições que a ilha realiza esta semana.

Na semana passada, o Gabinete de Assuntos de Taiwan do governo chinês disse em comunicado que a linha média do Estreito Taiwan – uma divisão não oficial entre os dois territórios – não existe e que o Partido Democrático Progressista está incitando o confronto.

Taiwan, o epicentro de uma tensa crise entre os Estados Unidos e a China nos últimos anos, é um dos territórios mais indefinidos do atual cenário geopolítico mundial – e um dos mais estratégicos para potências mundiais.

Para a China, trata-se de uma província rebelde que segue fazendo parte de seu território. Já para o governo de Taiwan, a ilha um estado independente, gerido por uma Constituição própria, e por décadas foi considerada o próprio governo chinês, no exílio.

Suposto balão espião da China sobrevoa os Estados Unidos

Suposto balão espião da China sobrevoa os Estados Unidos

No início de fevereiro de 2023, o Pentágono informou que um balão chinês, com um tamanho similar a três ônibus, estava sobrevoando estados da costa leste dos EUA havia dias. Pequim reconheceu que se tratava de um equipamento chinês, mas alegou que ele desviou de rota pelos ventos e tinha apenas fins científicos.

Washington retrucou e afirmou se tratar de espionagem. Dias depois, quando chegou ao mar, o balão foi abatido pelas Forças Armadas dos EUA, que afirmaram ter encontrado um dispositivo de coleta de informação dentro do equipamento.

O episódio colocou em alerta todo o espaço aéreo dos EUA, que nos dias seguintes encontraram outros três objetos não identificados, e gerou uma das piores crises diplomáticas entre Washington e Pequim nos últimos anos.

Marinheiros do Grupo 2 de Eliminação de Munições Explosivas recuperam destroços do misterioso balão chinês que foi derrubado pelos Estados Unidos na costa de Myrtle Beach, Carolina do Sul — Foto: U.S. Fleet Forces/U.S. Navy via Reuters




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

ataque-israelense-mata-comandante-de-equipe-especial-do-hezbollah,-no-libano

G1 Mundo

Ataque israelense mata comandante de equipe especial do Hezbollah, no Líbano

Wissam al-Tawil estava com outro combatente dentro de seu carro quando foi atingido na cidade de Majdal Selm, no sul do Líbano, disseram fontes de segurança para a agência de notícias Reuters. Segundo o Hezbollah, 130 combatentes já morreram desde o ataque do Hamas ao sul de Israel em 7 de outubro. O secretário-geral do Hezbollah, Sayyed Hassan Nasrallah, alertou Israel em dois discursos durante a última semana para não […]

today8 de janeiro de 2024 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%