G1 Santos

TCU aprova modelo de desestatização da Ferrovia Interna do Porto de Santos

today7 de julho de 2022 14

Fundo
share close

Autoridade portuária deverá lançar no 3º trimestre deste ano um chamamento público para que interessados se habilitem em constituir a Fips.

TCU aprova modelo de desestatização da Ferrovia Interna do Porto de Santos — Foto: Divulgação/SPA



O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou, na última quarta-feira (6), o modelo de desestatização da Ferrovia Interna do Porto de Santos (Fips), no litoral de São Paulo, enviado no início do ano pela Santos Port Authority (SPA). A Fips é fundamental para expandir a capacidade da ferrovia dentro do Porto, que já está próxima da saturação.

Segundo a SPA, com o aval da corte de contas, a autoridade deverá lançar no 3º trimestre deste ano um chamamento público para que interessados se habilitem em constituir a Fips. A Companhia trabalha para assinar o contrato ainda neste ano para que as obras comecem em 2023.

Com contrato associativo inédito, os habilitados compartilharão custos e operações. De acordo com a autoridade portuária, trata-se de um modelo inovador de oportunidade de negócios, previsto na Lei das Estatais n°13.303, de 2016.

De acordo com a SPA, a Fips demandará investimentos estimados em R$ 891 milhões a serem feitos nos primeiros 5 anos. Atualmente, a capacidade ferroviária anual no complexo portuário está limitada a 50 milhões de toneladas. A previsão é que a capacidade passe a ser de 115 milhões de toneladas nos próximos 5 a 10 anos.

Além disso, os investimentos previstos separarão os cruzamentos rodoferroviários e garantirão fluidez ao escoamento por trens, ampliando a eficiência da operação. Um dos principais é a construção da pera ferroviária, uma espécie de circuito de trilhos em formato de pera, que agiliza a manobra de composições ferroviárias e que ficará na região de Outeirinhos.

O “carrossel” de trilhos será o primeiro da margem direita do porto e permitirá que os trens que transportam os grãos ao terminais de exportação retornem para capturar granéis sólidos de descarga no cluster de fertilizantes. Atualmente, sem a pera ferroviária, os trens têm de fazer manobras que demoram horas e drenam eficiência no sistema, tornando-o anticompetitivo.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

santos-perdoa-debitos-tributarios-de-moradores-de-conjunto-habitacional-na-zona-noroeste

G1 Santos

Santos perdoa débitos tributários de moradores de conjunto habitacional na Zona Noroeste

Cerca de 480 famílias do conjunto habitacional Vila Pelé II, no bairro Rádio Clube, terão as dívidas de IPTU e de Taxa de Remoção de Lixo Domiciliar perdoadas pela prefeitura. Medida contemplará cerca de 480 famílias que tinham débitos de 2014 a 2021 da Vila Pelé II, na Zona Noroeste, em Santos — Foto: Carlos Nogueira/Prefeitura de Santos Cerca de 480 famílias do conjunto habitacional Vila Pelé II, no bairro […]

today7 de julho de 2022 18

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%