G1 Mundo

Temos mais armas nucleares que a Europa inteira, diz Putin

today7 de junho de 2024 6

Fundo
share close

Em discurso em São Petersburgo, Putin disse ainda considerar enviar armas a adversários do países do Ocidente — como fizeram EUA e governos europeus — e afirmou estar certo de sua vitória na Ucrânia.

“Nós venceremos (a guerra na Ucrânia)”, discursou o líder russo, que afirmou que não deve mudar as condições de seu país caso o diálogo para a paz seja retomado.

“Estamos prontos para conversas de paz, mas nas mesmas condições que discutimos nas primeiras negociações (em 2022)”, disse o líder russo. À época, as tentativas para um acordo de paz foram interrompidas, e a Ucrânia disse que só voltaria a dialogar com a Rússia caso o país vizinho mudasse de presidente.



Ele não especificou para onde essas armas poderiam ser enviadas e disse apenas que os destinatários poderiam ser “estados ou mesmo outras entidades legais que enfrentam certa pressão, incluindo militar, daqueles países que enviam armas para a Ucrânia e a incentivam a a usá-las”.

OTAN rebate ameaças da Rússia

OTAN rebate ameaças da Rússia

A Rússia, que herdou as armas nucleares da União Soviética, possui o maior número de ogivas nucleares do mundo, segundo a Federação dos Cientistas dos EUA, um think tank (instituto de análises políticas) americano (FAS, em inglês). Ogiva é uma arma nuclear “guardada” em uma cápsula para ser colocada na parte cilíndrica de um foguete, míssil ou projétil.

Essa quantidade de ogivas significa, na prática, que a Rússia poderia destruir o mundo “várias vezes”, segundo a agência Reuters.

Putin controla 5.580 ogivas, segundo a Federação dos Cientistas dos EUA.

Destas, 4.380 estão armazenadas para uso em lançadores estratégicos de curta e de longa distância e outras 1.200 estão “aposentadas” – fora do arsenal oficial, mas provavelmente intactas, guardadas em bunkers –, de acordo com a FAS.

Das que estão armazenadas, 1.710 estão posicionadas: são cerca de 870 em mísseis balísticos para lançamento em terra, cerca de 640 para lançamento de submarinos e possivelmente 200 em bases aéreas, diz a Federação dos Cientistas.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

xi-elogia-‘amizade-e-lacos’-entre-brasil-e-china-durante-visita-de-alckmin-a-pequim

G1 Mundo

Xi elogia ‘amizade e laços’ entre Brasil e China durante visita de Alckmin a Pequim

O elogio foi feito durante a vista do vice-presidente Geraldo Alckmin a Pequim. A China é o principal parceiro comercial do Brasil, com mais de US$ 180 bilhões (R$ 946 bilhões) em comércio bilateral em 2023, com semicondutores, smartphones e produtos farmacêuticos entre as principais exportações para o Brasil. Desde que retornou ao poder, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenta estabelecer um equilíbrio delicado: busca aprofundar os laços […]

today7 de junho de 2024 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%