G1 Mundo

Tentativa de assalto termina em ‘chuva de dinheiro’ na Argentina; VÍDEO

today1 de abril de 2023 9

Fundo
share close

Uma tentativa de assalto terminou em uma “chuva de dinheiro”, em Buenos Aires, na Argentina, nesta quinta-feira (30). O caso aconteceu após um jovem, que carregava 7 milhões de pesos (R$ 230 mil) em uma mochila, ser abordado por um assaltante. As informações são do jornal “El País”.

De acordo com a reportagem, a tentativa de assalto aconteceu por volta do meio-dia em um bairro nobre da capital argentina. O jovem, de 26 anos, estava a caminho do banco, quando um assaltante tentou roubar a mochila dele.

Durante a tentativa de assalto, a mochila se abriu, e parte do dinheiro voou pela rua. Uma moradora da região registrou o momento em que pessoas que passavam pelo local resgataram notas de dinheiro caídas pela calçada. Veja no vídeo acima.



Segundo o jornal, diversas pessoas ajudaram a vítima. Ainda assim, cerca de 70 mil pesos (R$ 1,7 mil) não foram recuperados.

A Argentina enfrenta forte desvalorização da sua moeda. Atualmente, um dólar americano vale mais de 200 pesos argentinos.

Com a moeda desvalorizada, recentemente o país lançou uma nota de 2 mil pesos, que passou a ser a mais valiosa da Argentina, mesmo valendo menos que R$ 50.

No caso do jovem que foi assaltado, o El País informou que ele carregava cerca de 7 mil notas na mochila.

Moradores correram para pegar notas de dinheiro caídas pela rua — Foto: Redes sociais

A Argentina registrou em 2022 uma inflação anual de 94,8%, a maior em 32 anos e uma das mais altas do mundo, segundo o Instituto de Estatísticas Indec.

Os itens que sofreram os maiores aumentos de preços foram vestuário e calçados, com 120,8%, e restaurantes e hotéis, com 108,8%. Entre os que subiram menos, estão comunicação (67,8%) e habitação e serviços públicos (80,4%).

Esse nível de inflação não era registrado desde 1991, quando, em vários meses, houve aumentos interanuais de mais de 100%, após dois anos de hiperinflação superior a 1.000%, em 1989 e 1990.

A terceira maior economia da América Latina está mergulhada em uma inflação crônica de dois dígitos há uma década, um fenômeno de múltiplas causas, tanto internas quanto externas.

Apesar do crescimento econômico e da queda do desemprego (7,1%), os salários ficaram para trás por causa da inflação, com fortes perdas do poder aquisitivo. Muitos argentinos caíram na pobreza, que afeta 36,5% da população, de quase 47 milhões de habitantes.

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

brasileira-de-26-anos-morre-ao-cair-de-6o-andar-de-predio-em-bairro-rico-de-buenos-aires;-empresario-e-detido-pela-policia

G1 Mundo

Brasileira de 26 anos morre ao cair de 6º andar de prédio em bairro rico de Buenos Aires; empresário é detido pela polícia

Emmily Rodriguez, uma brasileira de 26 anos, morreu ao cair do sexto andar de um prédio em um bairro da alta classe de Buenos Aires. O dono do apartamento foi preso pela polícia. De acordo com a mídia argentina, o suspeito é Francisco Sáenz Valiente, de 52 anos. O prédio de onde Emmily caiu fica a poucos metros da embaixada brasileira em Buenos Aires. Os bombeiros a encontraram nua no […]

today1 de abril de 2023 91

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%