G1 Santos

Tentativas de furto de cabos de energia causam “explosões” e deixam quase 100 casas sem luz no litoral de SP; VÍDEO

today23 de maio de 2022 17

Fundo
share close

Curto-circuito assustou os moradores de Guarujá.



Tentativa de furto de cabos de energia causa

Tentativa de furto de cabos de energia causa “explosão” em SP

Duas tentativas de furto de cabos em transformadores da rede elétrica provocaram curto-circuito em Guarujá, no litoral de São Paulo, na madrugada deste domingo (22), deixando 90 casas sem luz. Não há informações se houve feridos.

De acordo com a Neoenergia Elektro, concessionária responsável pela energia elétrica da região, as explosões ocorreram na Rua José Silva Figueiredo (vídeo) e na Rua Alameda das Margaridas. O fornecimento de energia foi normalizado às 4h da manhã do mesmo dia.

No primeiro caso, da Rua José Silva Figueiredo, foi necessário a reposição de 30 metros de cabo. A tentativa de furto acabou deixando 50 clientes na escuridão entre a 1h40 às 4h.

Tentativas de furto de cabos de energia causam “explosões” e deixam quase 100 casas sem luz no litoral de SP; VÍDEO — Foto: Reprodução

Já na Rua Alameda das Margaridas, 40 clientes foram afetados de 1h50 às 2h20. Além disso, a empresa teve que repor 40 metros de cabo.

A concessionária conta com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) e das Polícias Civil e Militar, que têm trabalhado na investigação e na criminalização dos receptores dos cabos furtados.

Em nota, a Neoenergia Elektro afirma que entre janeiro e abril de 2022 foram registrados 476 casos de furto de cabos de energia em Guarujá, principalmente nos bairros Jardim Virgínia, Santo Antônio e Enseada.

A concessionária reforça que cortar fios elétricos é considerado furto qualificado, previsto no Código Penal. As consequências para quem manuseia cabos com partes energizadas podem ser graves, chegando a casos extremos de morte ou lesões irreversíveis, como perda de membros e fraturas por queda.

Além perigosa, a ação interrompe de forma inesperada o fornecimento de energia, causando transtornos para muitos clientes. Portanto, caso sejam identificados cabos de energia pendurados nos postes, a orientação é que a população não se aproxime.

Quando pessoas não autorizadas forem flagradas fazendo intervenções em postes, o correto é acionar a Polícia Militar pelo telefone 190, além de contatar imediatamente a concessionária.

O g1 entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

violencia-sexual-e-o-problema-que-mais-afeta-criancas-no-brasil,-diz-pesquisa

Gospel Prime

Violência sexual é o problema que mais afeta crianças no Brasil, diz pesquisa

De acordo com uma pesquisa elaborada pela ONG Visão Mundial, violência sexual é o problema que mais afeta crianças e adolescentes no Brasil. A pesquisa “Análise do Sistema de Garantia de Direitos e da Rede de Proteção da Infância e Adolescência no Brasil” foi apresentada na última terça-feira, 17 de maio, na Universidade Presbiteriana Mackenzie, na capital paulista. Com o objetivo de entender os principais desafios das crianças e dos […]

today23 de maio de 2022 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%