G1 Santos

TJSP confirma condenação de Paulo Alexandre Barbosa por improbidade

today1 de junho de 2024 2

Fundo
share close

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) manteve uma condenação ao deputado federal Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) por improbidade administrativa e a suspensão de seus direitos políticos por cinco anos. O motivo foi a prorrogação, sem concorrência pública, do direito à exploração de publicidade em relógios e placas públicos em Santos no período em que o tucano foi prefeito da Cidade. Nessa extensão de prazo, não se pagaram taxas à Prefeitura. Barbosa disse que recorrerá da sentença (leia adiante).

A 9ª Câmara de Direito Público do TJ confirmou decisão inicial, de 2018, para que Barbosa tenha os direitos políticos suspensos, fique proibido de manter contratos com o Poder Público ou de receber incentivos ou benefícios fiscais diretos ou indiretos e pague multa equivalente ao valor que deveria ter sido destinado ao Município entre maio de 2013 e o cumprimento da liminar.

Na decisão em segunda instância, o desembargador José da Ponte Neto confirmou que a Prefeitura deveria ter realizado licitação após o fim do termo de permissão de uso de 44 relógios e 610 painéis e grades para proteção de pedestres, nos quais podia haver exploração comercial.



O primeiro termo foi firmado em 2008, com prorrogações cuja validade terminou em maio de 2013. A empresa permissionária pediu para manter os equipamentos até que uma nova concorrência pública fosse concluída.

Porém, não houve licitação, “ocorrendo, assim, a continuidade de exploração de logradouro público com relógios desde 06/05/2013 e painéis e gradis desde 18/05/2017 sem licitação ou contraprestação financeira ao Município de Santos, mas tão somente com a concordância tácita do então prefeito municipal”, como salientou o magistrado. Sem correção, o valor estimado a ser devolvido pelo deputado, de forma solidária com a empresa, é de R$ 458,3 mil.

Ainda em 2018, após reportagem de A Tribuna mostrando que a exploração comercial de relógios e placas vinha sendo feita sem contrato, Barbosa mandou remover imediatamente todas as propagandas existentes nesses equipamentos.

A ação judicial contra o Paulo Alexandre Barbosa e outros réus havia sido proposta naquele mesmo ano pelo promotor de Justiça Carlos Alberto Carmello Junior, do Ministério Público do Estado (MPSP).

Por nota, a assessoria do deputado disse que a sentença “não implica inelegibilidade, pois nela não houve condenação por ato de improbidade administrativa que importou, cumulativamente, lesão ao patrimônio público e enriquecimento ilícito (…) Portanto, o Deputado Paulo Alexandre Barbosa continua plenamente elegível”.

O parlamentar “respeita a decisão colegiada, mas está firmemente convicto de que não praticou qualquer ato de improbidade administrativa. Por isso, recorrerá às instâncias competentes, na forma da lei”, ainda conforme a nota.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

dupla-morre-durante-confronto-com-policiais-da-forca-tatica-em-santos,-sp

G1 Santos

Dupla morre durante confronto com policiais da Força Tática em Santos, SP

Dois homens, ainda não identificados, morreram durante um confronto com policiais militares da Força Tática na madrugada deste sábado (1º), em Santos, no litoral de São Paulo. A dupla estava com um outro suspeito, de 23 anos, que acabou preso. Os policiais apreenderam drogas, armas e materiais usados no tráfico de drogas durante a ação. O caso ocorreu em uma viela próxima à Rua Um, no bairro Vila Progresso. Segundo […]

today1 de junho de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%