G1 Santos

Trio é preso por pesca ilegal após perseguição que durou quatro horas pelo mar no litoral de SP

today19 de janeiro de 2023 6

Fundo
share close

Os policiais da lancha-patrulha da Polícia Militar Ambiental Marítima (PMAM) auxiliavam nas buscas por Edison Gloeden, de 66 anos, desaparecido desde domingo (15), quando se depararam com uma lancha perto do costão rochoso dentro da Laje de Santos, há cerca de 40 km da costa.

Três pescadores estavam na embarcação e desobedeceram a ordem de parada dos agentes. Eles fugiram em direção ao continente.

A perseguição durou quase quatro horas e teve mais de 80 milhas náuticas de distância navegada, o equivalente a 150 km pelo litoral de SP. — Foto: Polícia Militar Ambiental Marítima



Segundo a PMAM, neste momento, uma perseguição começou (veja o vídeo acima) e percorreu a costa de São Vicente, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe. Reforços policiais também foram acionados para ajudar no acompanhamento por terra.

Durante o trajeto, os pescadores tentaram adentrar às barras de Itanhaém, Peruíbe, Guaraú e Una, porém sem sucesso. A perseguição durou quase quatro horas e teve mais de 80 milhas náuticas de distância navegada, o equivalente a 150 km.

A perseguição durou quase quatro horas e teve mais de 80 milhas náuticas de distância navegada, o equivalente a 150 km pelo litoral de SP. — Foto: Polícia Militar Ambiental Marítima

Os pescadores entraram na barra de Iguape e seguiram pelo Mar Pequeno, um rio na região de Iguape. De acordo com a PMAM, a lancha dos pescadores parou em uma marina náutica, onde o trio foi detido.

O condutor da lancha, de 39 anos, e os dois tripulantes, de 59 e 40, não tinham carteira de pescador profissional e foram autuados R$7,5 mil cada um. Dentro da embarcação, havia 70 petrechos de pesca, dezenas de anzóis, chumbadas e iscas, que foram apreendidas. Porém, nenhum pescado foi encontrado dentro da lancha do trio, somente restos de espécies marinhos e forte odor.

De acordo com a Polícia Militar Ambiental Marítima, a lancha dos pescadores parou em uma marina náutica, onde o trio foi detido. — Foto: Polícia Militar Ambiental Marítima

A Polícia Ambiental acredita que os peixes foram descartados no mar durante a perseguição. Segundo a polícia, os três homens responderão em liberdade e comparecerão em atendimento ambiental na Secretaria de Meio Ambiente de São Paulo para prestar explicações.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

prefeito-de-guaruja-acompanha-passagem-de-comando-da-base-aerea

Prefeitura de Guarujá

Prefeito de Guarujá acompanha passagem de comando da Base Aérea

Coronel Geancarlo Jandre assume como comandante no lugar do coronel Dayve Moraes Piva; local abrigará futuro Aeroporto Civil Metropolitano de Guarujá   O prefeito de Guarujá marcou presença na passagem de comando da Base Aérea, nesta quinta-feira (19), em Vicente de Carvalho. “Já estou me despedindo com saudade do coronel Dayve e que o coronel Geancarlo seja muito bem-vindo à nossa amada Base Aérea, futuro Aeroporto Civil Metropolitano de Guarujá”. O tenente […]

today19 de janeiro de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%