Notícias

Trump pede à Justiça para não pagar agora indenização de R$ 414 milhões para escritora que o acusa de abuso sexual

today1 de março de 2024 6

share close

Donald Trump, condenado a pagar US$ 83,3 milhões (R$ 414 milhões, na cotação atual) à escritora E. Jean Carroll, pediu à Justiça para não depositar o dinheiro em juízo porque ele acredita que poderá reverter a condenação em uma instância superior.

Os advogados da escritora pediram nesta quinta-feira (29) para que a Justiça não aceite o pedido dos representantes de Trump.

Em maio do ano passado, a Justiça entendeu que Trump abusou sexualmente da escritora em 1996 e que a difamou em 2022 e, por isso, ele deveria pagar US$ 5 milhões a ela.



Em janeiro deste ano, os advogados de Carroll afirmaram que o ex-presidente dos EUA continuou a difamar a escritora e que não iria parar a menos que fosse obrigado a pagar. Eles também argumentaram que Carroll passou a ganhar menos dinheiro por causa dos ataques de Trump, que manchavam a reputação dela como escritora. Além disso, ela precisa gastar mais com segurança para se proteger.

Na semana passada, os advogados de Trump pediram ao juiz Lewis Kaplan para suspender a indenização porque supostamente há uma grande possibilidade de que a pena será reduzida ou mesmo eliminada em uma instância superior de Justiça.

O pagamento de US$ 83,3 milhões é uma soma dos seguintes valores:

  • US$ 65 milhões em indenização.
  • US$ 18,3 milhões compensação

Kaplan então pediu para que os advogados da escritora se pronunciassem. Eles afirmaram que o documento que Trump protocolou é só uma nota em que ele pede para que confiem nelee é equivalente a um contrato escrito em um guardanapo e assinado por uma pessoa pouco confiável.

E. Jean Carroll, escritora que processou Trump por estupro, após a sentença favorável a ela, em 9 de maio de 2023 — Foto: Brendan McDermid /Reuters

Na quarta-feira, a Justiça de Nova York determinou que Trump deve pagar uma multa de US$ 454 milhões por ter fraudado os balanços de sua empresa e, assim, conseguir empréstimos em condições mais favoráveis.

Em 16 de fevereiro, o juiz de primeira instância Arthur Engoron, de Nova York, decidiu que Trump deverá pagar uma multa de US$ 354,9 milhões por inflar os números do balanço financeiro de sua empresa do setor imobiliário, a Trump Organization. Com juros, a conta sobe para US$ 454 milhões. Além disso, a decisão proibia Trump de fazer negócios no estado de Nova York por três anos.

O ex-presidente dos EUA está recorrendo da sentença. Em um documento que os advogados protocolaram na Justiça, eles afirmam que o valor de US$ 454 milhões é exorbitante e que como Trump também estava proibido de fazer negócios no estado de Nova York (portanto, não podia pegar empréstimos), era impossível fazer o depósito em juízo. Essa última parte da ordem foi revertida.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Notícias.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

policia-civil-encontra-desmanche-de-veiculos-roubados-e-prende-dono-de-oficina-mecanica;-video

G1 Santos

Polícia Civil encontra desmanche de veículos roubados e prende dono de oficina mecânica; VÍDEO

O dono de uma oficina mecânica, de 53 anos, foi preso suspeito de usar o estabelecimento em Praia Grande, no litoral de São Paulo, para desmanche irregular de veículos roubados. As imagens obtidas pelo g1, nesta quinta-feira (29), mostram dezenas de peças automotivas espalhadas pelo local (veja acima). De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais realizavam uma operação de combate aos crimes de roubo e furto de veículos, […]

today29 de fevereiro de 2024 15

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%