G1 Mundo

Trump publica e depois apaga vídeo com referência a um ‘reich unificado’ caso ele vença; Biden diz que ‘essa é a linguagem de Hitler ‘

today22 de maio de 2024 5

Fundo
share close

O candidato presidencial do Partido Republicano, Donald Trump publicou e depois apagou um vídeo em sua conta no Truth Social que incluía referência a um “reich unificado” após a campanha do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e outros criticarem o uso do termo frequentemente associada ao regime nazista.

Postado na tarde de segunda-feira (20), o vídeo de 30 segundos já não estava mais disponível na plataforma nesta terça-feira. Uma pessoa familiarizada com o assunto confirmou que a publicação havia sido removida do site.

O vídeo retratava uma visão positiva para o país caso o ex-presidente Trump derrote Biden na eleição de novembro. Eram exibidas manchetes hipotéticas de jornais sobre uma economia em expansão e uma repressão à imigração na fronteira sul dos EUA.



Em dois momentos do vídeo, o texto abaixo de uma manchete diz: “A força industrial aumentou significativamente impulsionada pela criação de um Reich unificado“.

O texto está um pouco borrado, o que dificulta sua compreensão à primeira vista.

A palavra “reich”, em alemão, significa reino ou império. É um termo associado ao regime nazista de Adolf Hitler na Alemanha, entre 1933 e 1945, chamado de Terceiro Reich.

O texto que aparece no vídeo é muito parecido com um trecho de um verbete da Wikipedia sobre a Primeira Guerra Mundial. A frase é “A força industrial e a produção aumentou significativamente após 1871, impulsionada pela criação de um reich unificado”. Trata-se de uma referência a um período muito anterior à ascensão de Hitler ao poder na Alemanha.

Trump tem feito uma série de comentários inflamados durante a campanha, chamando seus adversários políticos de “vermes” e dizendo que os imigrantes que entraram ilegalmente nos EUA estão “envenenando o sangue do nosso país”. As declarações atraíram críticas pesadas dos democratas e de alguns historiadores, considerando que elas ecoam a retórica nazista.

Assessor não percebeu a mensagem, diz porta-voz

Karoline Leavitt, porta-voz da campanha de Trump, disse em um comunicado na segunda-feira que o vídeo foi criado por alguém de fora da campanha e compartilhado por um funcionário que não notou o uso da palavra “Reich” antes de postar.

Ela disse que Trump, que enfrenta um julgamento criminal em Nova York por conta de um pagamento secreto a uma estrela pornô, estava no tribunal no momento da publicação. Ele não respondeu a pergunta sobre o vídeo feita por jornalista quando se dirigia ao tribunal nesta terça-feira.

Reprodução de imagem de vídeo promocional que Donald Trump publicou e depois apagou em seu perfil na rede social Truth Social — Foto: Chris Delmas / AFP

Biden: ‘Essa é a linguagem de Hitler’

O presidente Joe Biden, que vai concorrer contra Donald Trump nas eleições pela segunda vez, afirmou que essa é a linguagem de Adolf Hitler, e não dos EUA.

A campanha dele também criticou o uso da palavra frequentemente associada ao Terceiro Reich da Alemanha nazista sob o comando de Adolf Hitler.

“América, pare de rolar a tela e preste atenção. Donald Trump não está brincando; ele está dizendo aos EUA exatamente o que pretende fazer se recuperar o poder: governar como um ditador sobre um ‘Reich unificado'”, disse o porta-voz da campanha de Biden, James Singer.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

Notícias

Turbulência severa: o que é, como impacta os passageiros, quem costuma se ferir mais e o que fazer; saiba mais

A vítima é Geoff Kitchen, um passageiro de nacionalidade britânica de 73 anos de idade que teria problemas cardíacos. Uma das possíveis causas da morte, que está sendo investigada, é ataque cardíaco. O voo SQ321 havia saído de Londres, e o evento ocorreu faltando cerca de uma hora e meia para o pouso em Singapura. O comandante declarou emergência e realizou um pouso não programado em Bangkok, na Tailândia, onde os feridos receberam socorro. De acordo com a Singapore Airlines, […]

today22 de maio de 2024 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%