G1 Santos

Turista encontra mofo, mau cheiro e condições insalubres em hotel no litoral de SP: ‘descaso absurdo’

today28 de janeiro de 2024 10

Fundo
share close

Mofo preto na parede, mau cheiro e ar-condicionado quebrado. Esses são alguns dos problemas encontrados por um turista, do interior de São Paulo, que viajou mais de 500 km para passar férias tranquilas com a esposa em Santos (SP). Carlos Eduardo Balcarse, de 42 anos, definiu a experiência de se hospedar no Gonzaga Flat como um “descaso” e disse ao g1 que processará o hotel.

O psicanalista e professor fechou o pacote de hospedagem, para os dias 15 a 19 de janeiro, por meio de uma plataforma de viagens online. Como queria aproveitar mais tempo na Baixada Santista, o casal viajou por 7 horas de carro e chegou ao hotel no dia 14, pagando uma diária extra.

Para a surpresa dos dois, o primeiro quarto tinha vazamento de água, roupa de banho puída e com mau cheiro, além de paredes encardidas. Eles foram transferidos para um novo quarto no dia seguinte, mas os mesmos problemas persistiram. Além de sabonetes usados no banheiro, eles encontraram uma grande mancha de mofo preto atrás de um rack da televisão.



Ar-condicionado parou de funcionar em dia muito quente na cidade — Foto: Arquivo pessoal

Quando foi reclamar sobre a situação na recepção do hotel, Carlos ouviu que não havia outro apartamento com as mesmas configurações pelas quais ele havia pagado. Por volta de 13h, o ar-condicionado parou e um funcionário disse que o gás dele precisaria ser trocado.

Segundo o psicanalista, o problema no eletrodoméstico não foi resolvido pelo hotel. Para piorar, ele precisou aumentar as doses do antialérgico que toma devido à presença do mofo e demais condições insalubres do apartamento.

“Estava super quente, foi um dia que acho que fez 32°C, estava muito quente. Ok. Ficamos aguardando e nada, nada, nada, nada. A minha alergia estava atacada, estava péssimo”, contou.

Já na noite do dia 16, ele afirmou à recepção que não permaneceria e pediu de volta o dinheiro dos dias seguintes, em que não estaria mais lá. Ele e a esposa foram para um outro hotel, onde permaneceram sem problemas até a manhã da partida, o dia 19 de janeiro.

Casal encontrou condições insalubres em hotel de Santos, SP

Carlos afirmou que fez um acordo com o Gonzaga Flat, que informou que o ressarciria no dia seguinte, mas isso ainda não ocorreu. Ele já havia gastado quase R$ 2 mil no local e precisou despender mais R$ 1,6 mil por três diárias no novo hotel.

“É um descaso absurdo, porque você tem suas férias frustradas. E eu saí totalmente do meu orçamento, porque eu tinha pago um valor e tive que pagar um valor praticamente igual para ficar no [outro hotel] porque não tinha outra opção. Da noite para o dia, em janeiro, é difícil você conseguir”.

No site onde agendou a hospedagem, Carlos encontrou várias avaliações negativas sobre o hotel. Depois que a reportagem conversou com o responsável pelo estabelecimento, sobre o caso do turista, o dinheiro dele foi devolvido.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que a Vigilância Sanitária não recebeu de forma oficial a denúncia do turista, mas realizou, no começo da semana, vistoria do estabelecimento e constatou irregularidades. O proprietário foi intimado a tomar providências para regularizar a situação.

Segundo a prefeitura, denúncias devem ser realizadas por meio da Ouvidoria Municipal por meio do telefone 162 (segunda a sexta-feira, das 9h às 17h), pelo WhatsApp 13-997503857 ou pelo site.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

‘xeque-mate’-e-preso-ao-sair-de-velorio-de-membro-de-faccao-morto-em-tiroteio-no-litoral-de-sp

G1 Santos

‘Xeque-Mate’ é preso ao sair de velório de membro de facção morto em tiroteio no litoral de SP

José Wilson do Nascimento Alcantara, conhecido como 'Xeque-Mate', foi preso ao sair do velório de três integrantes de uma organização criminosa, que morreram durante um tiroteio em uma comunidade de São Vicente, no litoral de São Paulo. Segundo a Polícia Civil, o homem, de 26 anos, dirigia uma moto furtada com a placa clonada. De acordo com o boletim de ocorrência, havia uma grande quantidade de criminosos nas imediações do […]

today28 de janeiro de 2024 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%