G1 Santos

Van onde corpos foram achados carbonizados era usada como ‘abrigo’ por pessoas em situação de rua

today23 de maio de 2024 4

Fundo
share close

A van incendiada em São Vicente (SP), onde dois corpos foram achados carbonizados, era utilizada como ‘abrigo’ por pessoas em situação de rua. Segundo uma testemunha do caso, um homem ateou fogo no veículo após ser impedido de ficar no automóvel pela dona. As vítimas seriam dois meninos, entre 10 e 14 anos, mas exames de DNA ainda vão apontar a identidade dos cadáveres.

O caso aconteceu no bairro Quarentenário, na Área Continental, no último domingo (19). O Corpo de Bombeiros foi acionado para um incêndio em veículo com a informação de que não havia vítimas, mas a equipe encontrou dois corpos carbonizados durante o trabalho de rescaldo.

Conforme apurado pelo g1, nesta quinta-feira (23), a dona do veículo teria dito ao homem que apenas os meninos poderiam dormir no local, barrando a ‘estadia’ dele.



“Acho que ele deve ter sentido inveja, né? Dos meninos, por isso que ele fez isso”, complementou a testemunha, que preferiu não ser identificada, em entrevista à TV Tribuna, emissora afiliada à Globo.

Ainda de acordo com a testemunha, o homem incendiou o veículo por maldade. “Todo mundo ficou chocado aqui. O que esse cara fez foi, literalmente, sem dó e sem piedade”, acrescentou ela.

Imagens de câmeras de monitoramento, obtidas pelo g1 mostram o momento em que um homem aparece ao lado da van e vai até uma das janelas. Pouco depois, ele sai do local e uma fumaça começa a sair do veículo (assista no topo da reportagem).

Testemunha disse que dona da van deixada meninos em situação de rua dormirem dentro do automóvel, em São Vicente (SP) — Foto: g1 Santos e Reprodução/TV Tribuna

Segundo o boletim de ocorrência, obtido pelo g1, as ossadas carbonizadas estavam na parte de trás do interior da van, mas não foi possível identificar as vítimas. Ainda de acordo com o registro policial, o veículo estaria abandonado na Rua Vitória há algum tempo, mas não foi possível contatar a proprietária.

No local, uma mulher de 32 anos se apresentou aos policiais alegando ser tia de Igor Gustavo de Andrade, que tem entre 12 e 14 anos, e vivia em situação de rua. Segundo ela, o menino se abrigava no veículo que foi incendiado.

Ao g1, Ana Paula Carvalho Aniceto, de 27 anos, reconheceu vestígios das roupas do filho, Nicolas Gabriel Carvalho, de 10, na van incendiada. “Nunca imaginaria uma coisa assim […]. Ele gostava muito de ter amizade com as pessoas”, desabafou ela. “Está doendo muito”.

Família de Nicolas Gabriel Carvalho, de 10 anos, acredita que ele foi vítima de incêndio em van em São Vicente (SP). — Foto: Arquivo Pessoal e g1 Santos

O setor de homicídios da Delegacia Seccional de Praia Grande foi acionado, bem como uma funerária que levou os restos mortais para o Instituto Médico Legal para exame necroscópico, toxicológico e identificação por DNA.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) informou que a Polícia Civil investiga a morte das duas pessoas, ainda não identificadas, que tiveram seus corpos encontrados na manhã deste domingo. Segundo a pasta, o caso foi registrado como morte suspeita na delegacia da cidade.

Dois corpos carbonizados foram encontrados em veículo incendiado em São Vicente (SP) — Foto: g1 Santos

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

cpfl-inaugura-nova-subestacao-de-energia-por-r$-52-milhoes-para-reduzir-o-tempo-de-interrupcoes-no-servico

G1 Santos

CPFL inaugura nova subestação de energia por R$ 52 milhões para reduzir o tempo de interrupções no serviço

Equipamentos vão atender a cidade de Santos, no litoral de São Paulo, em caso de queda no fornecimento de energia por eventualidades. O novo sistema inaugurado em Santos, no litoral de São Paulo, reduz o tempo de interrupções no fornecimento de energia causadas por eventualidades como tempestades. — Foto: Divulgação/CPFL Piratininga A Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) Piratininga inaugurou, nesta quinta-feira (23), uma nova subestação em Santos, no […]

today23 de maio de 2024 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%