G1 Mundo

VÍDEO: Guia carrega alpinista nas costas por 6 horas e o salva na ‘zona da morte’ do Everest

today2 de junho de 2023 26

Fundo
share close

Um alpinista malaio sobreviveu por pouco depois que foi resgatado por um guia que conduzia outro cliente ao cume do Monte Everest, afirmaram as autoridades do Nepal na quarta-feira (31). O salvamento ocorreu na chamada “zona da morte”, situada a mais de 8 mil metros de altitude, onde as temperaturas podem chegar 30 graus negativos.

Em 18 de maio, Gelje Sherpa, de 30 anos, guiava outro cliente até o cume do Everest, a 8.849 metros do nível do mar, quando viu o alpinista malaio agarrado a uma corda e tremendo de frio.

“Tomei a decisão de cancelar a subida ao cume de nosso cliente para poder levar [o outro alpinista] para um local seguro antes que ele morresse lá em cima sozinho”, escreveu o guia em uma postagem no Instagram.



Sozinho, Gelje carregou o alpinista por uma descida de 600 metros até encontrar outro guia que o ajudou no resgate.

“Levei de cinco a seis horas para passar de 8.500 [metros acima do nível do mar] para 7.900. Foi muito difícil”, afirmou ele em entrevista à Reuters.

A dupla recebeu o auxílio de um helicóptero quando chegou a marca de 7.162 metros, e o alpinista foi levado para o acampamento base do Everest.

O resgate foi registrado em vídeo e compartilhado nas redes sociais.

“É quase impossível resgatar alpinistas nessa altitude”, disse Bigyan Koirala, funcionário do Departamento de Turismo, à Reuters. “É uma operação muito rara.”

Tashi Lakhpa Sherpa, da empresa Seven Summit Treks, que forneceu logística para o alpinista malaio, se recusou a identificá-lo, citando a privacidade de seu cliente. O alpinista foi colocado em um voo para a Malásia na semana passada.

O Nepal emitiu um recorde de 478 licenças para o Everest durante a temporada de escalada de março a maio deste ano. Pelo menos 12 alpinistas morreram desde então — o número mais alto em oito anos—, e outros cinco ainda estão desaparecidos nas encostas do Everest.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

as-declaracoes-enganosas-ou-falsas-compartilhadas-no-twitter-por-elon-musk

G1 Mundo

As declarações enganosas ou falsas compartilhadas no Twitter por Elon Musk

Musk, o mais seguido do Twitter, costuma ser cuidadoso com as palavras, mas interage regularmente com as principais contas de direita nos EUA, incluindo algumas conhecidas por compartilhar fake news. A BBC compilou falsas teorias e comentários polêmicos no Twitter sobre os quais Musk comentou nos últimos meses. Tiroteio em massa no Texas As contas do atirador no YouTube e na rede social russa Odnoklassniki foram descobertas pela primeira vez […]

today2 de junho de 2023 16

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%