G1 Santos

Vídeo mostra PMs quebrando câmeras de monitoramento em comunidade no litoral de SP

today20 de fevereiro de 2024 10

Fundo
share close

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) investiga imagens, que circulam nas redes sociais, e que mostram policiais militares quebrando câmeras de monitoramento em Guarujá, no litoral de São Paulo. Segundo apurado pelo g1, o flagrante aconteceu durante patrulhamento na Rua Santo Amaro, na Comunidade da Prainha.

O sistema da câmera de monitoramento aponta que as imagens aconteceram nesta segunda-feira (19), por volta das 16h. No mesmo dia, a 3ª fase da Operação Verão chegou a 28 suspeitos mortos em confrontos policiais na Baixada Santista (SP).

As imagens mostram o momento em que um policial pega uma grade de metal, ao lado de uma caçamba de lixo. Outro PM utiliza o equipamento como escada para chegar na câmera. O homem atinge o objeto com um pedaço de madeira. Em seguida, um policial puxa e destrói uma outra câmera. É possível escutar ele comentando com os colegas que o objeto é de metal (assista acima).



Ao menos seis policiais participaram da destruição das câmeras de monitoramento. Um homem de blusa preta, que não foi identificado, também aparece nas imagens enquanto assiste a ação dos PMs.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) afirmou ao g1 que as imagens estão sendo analisadas para identificar os policiais envolvidos. De acordo com a autoridade policial, a ação não condiz com a conduta da corporação.

Policiais Militares quebraram câmeras de monitoramento — Foto: Reprodução/Redes Sociais

“As forças de segurança do Estado são instituições legalistas que atuam no estrito cumprimento do seu dever constitucional”, afirmou a SSP-SP, em nota.

A autoridade policial destacou ainda que a Corregedoria da Polícia Militar está à disposição para formalizar e apurar as denúncias contra agentes públicos. A SSP-SP destacou que a corporação tem compromisso com a legalidade, os direitos humanos e a transparência.

O g1 entrou em contato com a Polícia Militar (PM), Defensoria Pública do Estado de São Paulo e com a Ouvidoria da Polícia, mas não teve retorno até a última atualização desta reportagem.

José Silveira dos Santos (à esq.) e Samuel Wesley Cosmo (à dir.) — Foto: Reprodução

Ainda de acordo com a SSP-SP, até o momento, mais de 681 pessoas foram presas, sendo 254 delas procuradas pela Justiça por algum tipo de crime. A pasta afirmou também que, além disso, quase meia tonelada de drogas foi apreendida, e 79 armas ilegais foram retiradas das ruas.

Vídeo mostra o PM da Rota sendo baleado no rosto em viela no litoral de SP

Vídeo mostra o PM da Rota sendo baleado no rosto em viela no litoral de SP

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

viuva-e-mae-pedem-que-russia-‘devolva’-corpo-de-navalny-e-permita-‘enterro-digno’

G1 Mundo

Viúva e mãe pedem que Rússia ‘devolva’ corpo de Navalny e permita ‘enterro digno’

"Devolvam o corpo de Alexei e deixe-o ser enterrado com dignidade, não impeça as pessoas de se despedirem dele. E peço a todos os jornalistas: não perguntem sobre mim, perguntem sobre Alexei", disse Yulia na rede social X (antigo Twitter). Em vídeo na frente da prisão IK-3 Lobo Polar, onde Navalny morreu, sua mãe Lyudmila reforçou que quer ter o corpo de seu filho volta. Ela denunciou que pelo quinto […]

today20 de fevereiro de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%