G1 Mundo

VÍDEO: Mulher agarra e puxa cabelo de presidente do Peru

today21 de janeiro de 2024 2

Fundo
share close

Dina Boluarte participava de ato público em cidade peruana quando duas mulheres se aproximaram e agrediram a presidente. Uma delas protestava contra a morte de seu marido durante uma manifestação contra o governo em confronto com a polícia em dezembro. Outros 19 manifestantes também morreram.




Presidente peruana enfrenta forte reação na cidade de manifestantes assassinados

Presidente peruana enfrenta forte reação na cidade de manifestantes assassinados

A presidente do Peru, Dina Boluarte, foi agredida por duas mulheres durante um evento que participava no sábado (20) na cidade de Ayacucho.

Uma das agressoras, que puxou o cabelo de Boluarte, é viúva de um homem que morreu por conta de confrontos violentos com a polícia durante protestos contra seu governo. Outros 19 manifestantes também morreram na ocasião.

Boluarte participava da colocação da primeira pedra do asfaltamento de uma estrada no distrito de Chiara, na região de Ayacucho, a cerca de 570 km de Lima.

A presidente estava acompanhada pelo governador de Ayacucho, Wilfredo Oscorima, quando Ruth Bárcena, moradora local e viúva de um dos manifestantes mortos, se aproximou silenciosamente com outra mulher. Ela então puxou os cabelos da presidente (veja vídeo acima).

Policiais e seguranças mobilizaram as duas mulheres em seguida. Após ser detida, Bárcena alegou que a agressão foi uma forma de chamar a atenção para as mortes ocorridas por forte repressão da polícia aos protestos contra o governo de Boluarte.

Ela acusou a presidente de ser responsável pela morte de seu marido, Leonardo Ancco.

“Mataram meu esposo, vou ficar calma?”, questionou Bárcena ao ser detida.

A presidente do Peru, Dina Boluarte, fala durante uma coletiva de imprensa após o término de uma reunião ministerial no Palácio do Governo em Lima em 5 de janeiro de 2023 — Foto: Cris BOURONCLE / AFP

O chefe de gabinete da presidente, Alberto Otárola, repudiou o incidente.

“Condeno a agressão sofrida pela presidente Dina Boluarte hoje durante um compromisso oficial. Este lamentável fato colocou em risco a integridade da chefe de Estado e isto é gravíssimo. Com violência, perdemos todos como país”, afirmou.

A presidente retornou a Ayacucho pela primeira vez desde as manifestações que deixaram dezenas de mortos no país, cerca de 20 supostamente pelas mãos de forças do Estado, segundo a Comissão Interamericana de Direitos Humanos.

Dina Boluarte recebe faixa e toma posse como presidente do Peru

Dina Boluarte recebe faixa e toma posse como presidente do Peru

Polícia do Peru encontra plantação de maconha em fundo falso de geladeira

Polícia do Peru encontra plantação de maconha em fundo falso de geladeira

Polícia do Peru encontra plantação de maconha em fundo falso de geladeira




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

nao-ficar-embaixo-do-guarda-sol-e-evitar-bike-na-areia:-veja-dicas-para-se-proteger-de-raios-na-praia

G1 Santos

Não ficar embaixo do guarda-sol e evitar bike na areia: veja dicas para se proteger de raios na praia

⛈️Em 10 anos, de 2013 a 2022, 835 pessoas morreram no Brasil com descargas elétricas, de acordo com o Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). A intensidade típica de um raio é de 20 mil ampères, cerca de mil vezes a intensidade de um chuveiro elétrico. ☀️A maior parte das mortes acontece durante o verão - época em que as altas temperaturas e umidade […]

today21 de janeiro de 2024 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%