G1 Mundo

VÍDEO: Veja momento em que míssil da Ucrânia atinge quartel-general da Rússia em cidade turística na Crimeia

today23 de setembro de 2023 13

Fundo
share close

Moscou também usa a Crimeia como base para os ataques na Ucrânia e operações no mar Morto.

O quartel-general atacado é a base de todas essas operações e, segundo o governo ucraniano, o bombardeio – uma ação planejada que ganhou até nome, de “Crab Trap (Armadilha de Caranguejo)” – foi programado para acontecer quando membros da Marinha da Rússia se reuniam no prédio.

A Ucrânia afirmou neste sábado (23) que o ataque deixou dezenas de mortos e feridos, incluindo militares da alta liderança russos. A Rússia não confirmou a versão ucraniana e afirmou apenas que um militar morreu.



“O trabalho ousado e meticuloso das Forças de Operações Especiais permitiu-lhes atingir o quartel-general da Frota do Mar Negro ‘a tempo e com precisão’ enquanto o pessoal superior da Marinha Russa se reunia na cidade temporariamente ocupada de Sebastopol”, afirmou Kiev, em comunicado.

O quartel-general atacado fica no centro da cidade de Sebastopol, muito frequentada por turistas russos.

Logo após o primeiro míssil atingir o prédio, turistas que circulavam pela área observavam a fumaça. Alguns gravavam a cena quando um segundo projétil atinge o edifício (veja vídeo acima).

Quartel-general bombardeado fica no centro de Sebastopol, muito frequentado por turistas. — Foto: g1/ arte

O governador de Sebastopol, Mikhail Razvozhayev, também confirmou o ataque e disse que, por conta do bombardeio:

  • Turistas foram orientados a evitar o centro;
  • Estradas foram fechadas;
  • Um teatro foi atingido por destroços;
  • E uma estação de energia foi danificada.

O Ministério da Defesa russo afirmou ainda ter interceptado e derrubado cinco drones militares ucranianos que sobrevoavam a Crimeia na sexta-feira.

Ucrânia bombardeia QG da frota russa na Crimeia

Ucrânia bombardeia QG da frota russa na Crimeia

Nos últimos meses, uma série de ataques, principalmente com drones, atingiu a Crimeia, segundo autoridades russas na península. Moscou culpa Kiev.

Há duas semanas, a região foi bombardeada com mísseis que atingiram navios em reparação em um porto, também segundo Moscou.

Explosões destroem parte da única ponte entre Rússia e Crimeia

Explosões destroem parte da única ponte entre Rússia e Crimeia

Uma mulher posa ao lado de uma obra de arte que retrata a ponte Kerch em chamas, em meio ao ataque da Rússia à Ucrânia, no centro de Kiev, Ucrânia, em 8 de outubro de 2022 — Foto: REUTERS/Vladyslav Musiienko

O governador de Sebastopol, na Crimeia, Mikhail Razvozhaev, fala ao telefone após ataque com mísseis a quartel-general da Rússia na Crimeia, em 22 de setembro de 2023. — Foto: Canal de Telegram Mikhail Razvozhaev via AP

Após mais de um ano e meio de guerra e sem um acordo de paz no horizonte, a guerra da Ucrânia vive um momento de impasse.

Tropas ucranianas, com o apoio de infraestrutura e armas do Ocidente, tentam reconquistar territórios ocupados pela Rússia, principalmente no leste do país, mas relatórios de serviços de inteligência do Ocidente apontam um avanço lento por parte das forças de Kiev.

Em paralelo, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, tenta angariar mais apoio e verbas do Ocidente. Na quinta-feira (21), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou mais um pacote de ajuda militar à Ucrânia, no valor de US$ 325 milhões (cerca de R$ 1,6 bilhão).

Nesta sexta, ele foi recebido no Canadá pelo primeiro-ministro do país, Justin Trudeau.

Em conversa com Zelensky, Lula destaca importância de diálogo e que mesa de negociação é muito mais barata do que guerra

Em conversa com Zelensky, Lula destaca importância de diálogo e que mesa de negociação é muito mais barata do que guerra




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

voce-viu?-marco-temporal,-calor-no-inverno,-lula-na-onu-e-termino-de-luisa-sonza-e-chico-moedas

G1 Mundo

Você viu? Marco temporal, calor no inverno, Lula na ONU e término de Luísa Sonza e Chico Moedas

A tese prevê que só podem ser demarcadas terras que já estavam sendo ocupadas por indígenas no dia 5 de outubro de 1988, data da promulgação da Constituição. STF derruba tese do marco temporal, mas ministros ainda precisam chegar a consenso sobre indenizações O Supremo ainda deve analisar propostas de tese sobre a questão — sugestões que sintetizam os entendimentos da Corte sobre um tema. Entre os pontos a serem […]

today23 de setembro de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%