Pleno News

Descubra mais sobre a revisão PASEP: Tudo o que você precisa saber sobre os seus direitos!

today28 de fevereiro de 2024 12

Fundo
share close

Elisângela Coelho – 28/02/2024 09h32

Revisão do PASEP

Revisão PASEP Foto: Pexels

O que é o PASEP?


O PASEP é o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público, que foi instituído pela Lei Complementar nº 8, de 1970, foi criado com o objetivo de possibilitar que os servidores públicos obtivessem uma participação nas receitas auferidas pelo Poder Público.

Por determinação dessa lei, a União, os estados, o Distrito Federal, os municípios e a Administração Indireta (Autarquias, Fundações e Sociedades de Economia Mista), deveriam recolher, mensalmente, ao Banco do Brasil, uma porcentagem de sua receita para a criação do patrimônio dos servidores públicos.

De 1970 a 1988, esse dinheiro repassado pelo Poder Público era gerenciado pelo Banco do Brasil, que distribuía os valores em contas individualizadas para cada servidor, estabelecidas pelo número do PASEP.

Inicialmente, os valores do PASEP poderiam ser sacados pelo servidor nas hipóteses previstas no art. 4º, §1º da Lei Complementar nº 26 de 1975:


– casamento;


– aposentadoria;


– transferência para a reserva remunerada;


– reforma ou invalidez do titular da conta individual;


– em caso de morte do titular, o montante deveria ser pago aos seus dependentes.



Com a Constituição Federal de 1988, a arrecadação do PASEP deixou de ser individualizada para cada servidor e passou a ser direcionada ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), para financiar o Programa de Seguro-Desemprego, o Abono Salarial e o Financiamento de Programas de Desenvolvimento.

Mas, se você entrou no serviço público até 1988, não se preocupe! Os valores que foram depositados entre 1970 e 1988 na conta individual de cada servidor ainda podem ser sacados. Inclusive, com a Lei nº 13.932 de 2019, o saque dos valores integrais pode ser realizado a qualquer tempo, não estando mais limitado às hipóteses anteriormente previstas.

Se você tem dúvidas sobre quem tem direito ao recebimento do PASEP, como funciona a ação, como o judiciário tem entendido a matéria e o que você pode fazer para obter o seu direito, continue com a gente!

Então, quem tem direito à revisão PASEP?


Para solicitar a revisão do PASEP, é necessário cumprir os seguintes requisitos:


– ser servidor público, ativo ou aposentado, ou pensionista de servidor público; e


– ter ingressado no serviço público até 1988.

Quais categorias de servidores públicos têm direito à revisão do PASEP?


No Brasil, existem diversas categorias de servidores públicos, como determinar quais tipos de servidores têm direito ao PASEP?

Em suma, todos os servidores públicos que ingressaram até 1988 têm o direito de solicitar a correção do PASEP, abrangendo:


– servidores públicos federais, estaduais ou municipais;


– militares das Forças Armadas: Exército, Marinha e Aeronáutica;


– policiais e bombeiros militares;


– policiais civis e federais;


– empregados públicos; e


– ensionistas de servidor ou militar falecido.

O segundo requisito para realizar a revisão do PASEP é ter ingressado no serviço público antes de 04/10/1988, data da promulgação da Constituição Federal, que modificou a destinação dos valores do fundo.

Quanto aqueles que são aposentados e pensionistas também têm o direito de receber os valores do PASEP, contanto que cumpram os dois requisitos mencionados anteriormente. Ou seja, o aposentado ou instituidor da pensão deve ser servidor público que ingressou no cargo até 04/10/1988.

Como funciona a ação do PASEP?


É viável determinar o valor a ser recebido na ação revisional do PASEP? Veja, o montante a ser obtido dependerá de dois fatores cruciais: a remuneração do servidor, e o tempo de serviço até 1988.

Isso implica que, quanto mais elevada for a remuneração percebida entre 1971 e 1988, e quanto maior for o tempo de serviço até a data limite de 04/10/1988, maior será o valor a ser recebido.

Para ilustrar, em um dos processos que resultou na definição do Tema 1.150 pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) (REsp 1895936/TO), o montante pago à servidora pelo Banco do Brasil foi de R$ 1.627,61. Entretanto, os cálculos indicaram que ela deveria ter recebido R$ 123.966,51.

Embora não seja possível determinar o montante exato a ser recebido, com o acesso à documentação necessária, uma advogada especialista poderá realizar uma estimativa do valor corrigido do PASEP ao qual você tem direito.

Quais são os documentos necessários para entrar com uma ação para reajuste do valor do PASEP?


Para iniciar o processo de revisão do PASEP, é fundamental ter em posse o extrato, o qual pode ser obtido mediante solicitação na agência do Banco do Brasil.

Existem dois tipos de extratos que devem ser requisitados ao banco:

– o extrato comum: recebido no mesmo dia, este extrato apresenta a movimentação da conta PASEP a partir de 1999;


– a cópia das microfilmagens datadas: abrangendo o período desde a abertura da conta até 1999, a obtenção dessa microfilmagem pelo Banco do Brasil costuma demandar aproximadamente 30 dias.

Mas, e se o Banco do Brasil se recusar a fornecer a documentação?

Mesmo nessa situação, é ainda possível dar início à ação para a revisão do PASEP. Isso permite requerer judicialmente que o banco forneça os documentos necessários e, posteriormente, solicitar o recebimento dos valores devidos.

Prescrição para ação de revisão PASEP


No que diz respeito ao prazo prescricional para a ação de revisão do PASEP, o servidor ou pensionista dispõe de um período de até dez anos para ingressar com a ação judicial após tomar ciência dos desfalques.

Essa ciência ocorre somente quando há acesso aos documentos e extratos que possam comprovar a situação.

Continuidade das ações do PASEP que estavam suspensas


Caso você já possuísse alguma ação judicial para contestar os valores do PASEP, mas ela estava temporariamente suspensa à espera do julgamento do Tema 1150 do STJ, agora que o julgamento foi concluído, seu processo será retomado.

E agora, o que fazer?

Se você é servidor público, ativo, aposentado, ou pensionista de servidor público, com ingresso no serviço público antes de 1988, e ainda não sacou o PASEP ou o fez há menos de dez anos, é possível que os valores indicados pelo Banco do Brasil estejam incorretos, e você pode ter o direito a receber uma quantia significativa.

Portanto, é crucial estar atento à possibilidade de solicitar a revisão do PASEP. Para isso, é aconselhável buscar a orientação de uma advogada especializada em servidor público.

Nos acompanhe e saiba mais sobre os seus direitos!

Até a próxima! Um abraço.

Dra. Elisângela Coelho foi trabalhadora rural, doméstica, vendedora e hoje atua como advogada especialista em direito previdenciário.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.

Siga-nos nas nossas redes!

O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Pleno News.

Por: Elisangela Coelho

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

empresa-de-patinetes-eletricos-comeca-a-repassar-multa-a-clientes-em-santos,-sp

G1 Santos

Empresa de patinetes elétricos começa a repassar multa à clientes em Santos, SP

De acordo com a JET, mais de 240 patinetes elétricos foram apreendidos em fevereiro em operações conjuntas da Guarda Municipal Civil e CET-Santos. Somente entre os dias 10 e 18 deste mês, foram 145 apreensões de veículos na cidade. A locadora informou que a medida ocorre da seguinte forma: quando a CET-Santos observa o descumprimento de uma regra, apreende o veículo e já aplica uma multa à empresa. Quando a […]

today28 de fevereiro de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%