G1 Mundo

Premiê da Escócia, primeiro muçulmano a chegar ao poder no país, renuncia ao cargo

today29 de abril de 2024 4

Fundo
share close

O primeiro-ministro da Escócia, Humza Yousaf, renunciou ao cargo nesta segunda-feira (29). Yousaf, o primeiro líder muçulmano de uma nação britânica, decidiu deixar o posto dias antes de o Parlamento votar uma moção de desconfiança contra ele.

Yousaf, de 38 anos, foi o primeiro chefe de governo muçulmano a assumir o poder na Escócia. Ele também foi um dos mais novos da história do país: tinha apenas 37 anos quando chegou ao poder, em março do ano passado, substituindo a então premiê Nicola Sturgeon, que também renunciou ao cargo após uma investigação por suposta corrupção.

Em pouco mais de um ano de governo, Yousaf aprovou medidas endurecendo penas contra a transfobia e crimes de ódio, mas foi perdendo apoio gradual no Parlamento.



O Partido Nacional Escocês, do agora ex-premiê, foi enfraquecido por um escândalo de financiamento de campanha e divisões internas sobre os direitos das pessoas trans, que ele defendia.

“Depois de passar o fim de semana refletindo sobre o que é melhor para o meu partido, para o governo e para o país que lidero, concluí que reparar o nosso relacionamento através da divisão política só pode ser feito com outra pessoa no comando”, disse ele. disse aos repórteres. “Portanto, informei o secretário nacional do SNP da minha intenção de renunciar ao cargo de líder do partido”.

A renúncia de Yousaf chega em um momento de turbulência política no Reino Unido, onde as preocupações com a imigração, saúde e os gastos do governo vêm minando também o apoio ao Partido Conservador, atualmente no poder.

Reino Unido aprova lei para enviar imigrantes para a Ruanda

Reino Unido aprova lei para enviar imigrantes para a Ruanda




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

gerard-depardieu-e-preso-por-denuncias-de-agressoes-sexuais,-diz-agencia

G1 Mundo

Gérard Depardieu é preso por denúncias de agressões sexuais, diz agência

Gérard Depardieu no Festival de Cannes, em 2015 — Foto: Anne-Christine Poujoulat/AFP/Arquivo No segundo, a denúncia foi feita por uma decoradora que trabalhava no set de filmagem do filme "Les Volets Verts", estrelado por Dépardieu. Depardieu nega as denúncias. Em um artigo publicado no jornal francês "Le Figaro" em outubro do ano passado, ele afirma "nunca, jamais" ter abusado de uma mulher. "No tribunal midiático, contra o linchamento que me […]

today29 de abril de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%